Tussiflex D

publicidade

Indicação

Para que serve?

Tratamento sintomático da tosse irritante e improdutiva associada a várias condições respiratórias.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Indivíduos com sensibilidade conhecida à dropropizina, com insuficiência respiratória severa e hipotensão, em asmáticos e em crianças com menos que 6 meses de idade. Como qualquer outro antitussivo, é contra-indicado quando a tosse for necessária para expectoração de secreções anormalmente excessivas ou de partículas estranhas.

Posologia

Como usar?

Xarope adulto: adultos e crianças acima de 12 anos: 1 copo-medida (10 ml), 3 a 4 vezes ao dia. Xarope: infantil: crianças de 3 a 12 anos: 1 copo-medida (10 ml), 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 1 a 3 anos: 1/2 copo-medida (5 ml), 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 6 meses a 1 ano: 1/4 copo-medida (2,5 ml) 3 a 4 vezes ao dia. Gotas: adultos e crianças acima de 12 anos, 30 gotas, 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 3 a 12 anos: 15 gotas, 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 1 a 3 anos: 7 ou 8 gotas, 3 a 4 vezes ao dia. Crianças de 6 meses a 1 ano: 4 gotas, 3 a 4 vezes ao dia. - Superdosagem: as manifestações da superdosagem massiva de dropropizina são sintomas de hipotensão ortostática e sonolência. Não se conhece antídoto específico. O tratamento usual em superdosagem aguda é a indução de vômito ou a administração de carvão ativado, o mais precocemente possível. A lavagem gástrica somente é útil se aplicada muito precocemente, pela rápida absorção intestinal da dropropizina. Esses procedimentos devem ser realizados na ausência de contra-indicações específicas (p. ex.: vômito não deve ser induzido em indivíduos inconscientes).

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Raramente são observadas nas doses terapêuticas recomendadas. Em caso de doses elevadas ou de hipersensibilidade, as reações mais freqüentes são hipotensão ortostática e sonolência.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Dirigir veículos ou operar maquinário não são aparentemente afetados pela administração de dropropizina em doses terapêuticas. Entretanto, pacientes hipersensíveis devem ter cautela quando desempenharem essas tarefas, pela possibilidade de hipotensão ortostática ou sonolência. Álcool e depressores do SNC podem contribuir para o aparecimento desses efeitos colaterais adversos, se usados simultaneamente com dropropizina. Pela ausência de dados específicos, a dropropizina deve ser usada com cautela, visando ajustes individuais de dose, em idosos e em pacientes com insuficiência renal ou hepática. Uso em gravidez e lactação: os dados clínicos em humanos são inadequados para estabelecer a segurança do uso na gestação. Portanto, deve-se evitar seu uso, principalmente no 1º trimestre e no final da gestação. A dropropizina não deve ser administrada a mulheres que estejam amamentando. Advertências: a duração do tratamento antitussivo deve ser tão curta quanto possível, em geral poucos dias. Se os sintomas persistirem, a utilidade da medicação deve ser reavaliada. Em crianças menores que 6 meses de idade, a administração de antitussivo raramente se justifica. Em crianças menores que 2 anos, a administração de antitussivo deve ser excepcional e somente sob orientação médica. Em crianças de 2 a 6 anos, somente um uso limitado de antitussivos é recomendável. - Interações medicamentosas: álcool e depressores do SNC podem potencializar efeitos colaterais como hipotensão ortostática e sonolência.

Composição

Cada 5 ml de xarope adulto contém dropropizina15 mg. Excipientes q.s.p. 5 ml. Cada 5 ml de xarope infantil contém dropropizina 7,5 mg. Excipientes q.s.p. 5 ml. Cada ml (30 gotas) contém: dropropizina 30 mg. Excipientes q.s.p. 1 ml.

Apresentação

Xarope adulto e infantil: frascos de 120 ml; gotas: frascos de 10 ml.

Laboratório

Abbott

Abbott Laboratórios do Brasil Ltda.: - SAC: 0800 7031050

< Tums < Tussiflex D > Tygacil >
publicidade