Splendil 5 mg



Indicação

Para que serve?

SPLENDIL está indicado para o controle da pressão alta e da angina de peito.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Você não deve utilizar SPLENDIL nas seguintes situações:
- Alergia ao felodipino ou a qualquer um dos componentes da fórmula.
- Gravidez.
- Insuficiência cardíaca descompensada.
- Infarto agudo do miocárdio.
- Angina de peito com maior gravidade do que o usual.

Posologia

Como usar?

Dosagem
A dose recomendada de SPLENDIL deve ser tomada uma vez ao dia.
Pressão alta: o tratamento deve ser iniciado com a dose de 5 mg, 1 vez ao dia, por via oral. Se necessário, a dose pode ser aumentada ou um outro anti-hipertensivo pode ser adicionado. As doses de manutenção são em geral de 5 a 10 mg, 1 vez ao dia.
Angina de peito: o tratamento deve ser iniciado com 5 mg, 1 vez ao dia, por via oral. Se necessário, pode-se aumentar a dose para 10 mg, 1 vez ao dia.
Idosos: pacientes com mais de 65 anos de idade apresentam, em média,
concentrações plasmáticas de felodipino maiores do que os pacientes jovens.
Portanto, recomenda-se uma dose inicial de 2,5 mg, 1 vez ao dia, por via oral, para
pacientes idosos. Além disso, estes pacientes devem ter a pressão arterial mantida sob vigilância cuidadosa durante um ajuste de dose. Caso você esqueça de tomar o comprimido de SPLENDIL, não é necessário tomar a dose esquecida, deve-se apenas tomar a próxima dose, no horário habitual. Pacientes com problemas graves no fígado devem usar uma dose menor de SPLENDIL.
Como usar
Os comprimidos de SPLENDIL devem ser engolidos inteiros com água, por via oral, pela manhã, não devendo ser divididos, amassados ou mastigados. Os comprimidos podem ser administrados sem a ingestão de alimentos ou após uma refeição leve que não seja rica em gorduras e carboidratos. Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.
Pacientes com problemas graves no fígado devem usar uma dose menor de
SPLENDIL.

publicidade

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

- Comuns: vermelhidão, dor de cabeça, edema em extremidades e ruborização.
- Incomuns: erupção cutânea com vermelhidão, coceira, vertigem, formigamento,
enjôo, dor abdominal, batimentos acelerados do coração, palpitações e cansaço.
- Raras: erupção cutânea, urticária, dor nas articulações, dor muscular, dores nos
braços, joelho, quadril, pernas e pés, dor muscular aguda, vômito, desmaio,
impotência/disfunção sexual e inflamação das articulações.
- Muito raras: vermelhidão na pele, sensibilidade à luz, inflamação rica em glóbulos brancos nos vasos, insônia, depressão, irritação, nervosismo, sonolência,
diminuição do desejo sexual, ansiedade, aumento da gengiva, inflamação da
gengiva, aumento da produção de gases intestinais, regurgitação ácida, boca seca, aumento das enzimas do fígado, infarto do miocárdio, pressão baixa, batimentos irregulares do coração, pulsação fora do rítmo, aumento na frequência de urinar, aumento na quantidade de urina, dor ao urinar, frequência urinária, dificuldade respiratória, hemorragia nasal, insuficiência respiratória, reações alérgicas (como urticária, vermelhidão e febre), anemia, edema facial e dor torácica.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Advertências
SPLENDIL deve ser utilizado com cuidado nas seguintes situações:
- O felodipino, como outros medicamentos para pressão sanguínea, pode raramente conduzir a uma pronunciada diminuição da pressão, que em alguns pacientes podem resultar em um suprimento inadequado de sangue para o coração. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas.
A experiência clínica do uso de SPLENDIL em crianças é limitada. Informe ao médico o aparecimento de reações indesejáveis. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso
para a sua saúde.
Precauções
Não se espera que SPLENDIL afete a capacidade de dirigir veículos e operar
máquinas.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Sintomas
A superdosagem pode causar excessiva vasodilatação periférica com hipotensão
acentuada e, eventualmente, bradicardia.
Tratamento
Carvão ativado, se necessário lavagem gástrica. Se ocorrer hipotensão grave, deve-se instituir tratamento sintomático. O paciente deve ser colocado em posição supina com as pernas elevadas. Se ocorrer bradicardia, recomenda-se a administração de 0,5 a 1,0 mg de atropina por via intravenosa. Se essa medida não for suficiente, o volume plasmático deve ser aumentado utilizando-se infusões de soluções glicosadas, salinas ou dextrano. Caso as medidas acima mencionadas ainda sejam insuficientes, pode-se administrar drogas simpatomiméticas com efeito predominante nos receptores alfa-1-adrenérgicos.

Composição

Cada comprimido contém 5 mg de felodipino.

Excipientes de 1 comprimido: óleo de rícino hidrogenado polioxil, galato de propila, hipromelose, silicato de alumínio, celulose microcristalina, lactose anidra, estearil fumarato de sódio, macrogol, dióxido de titânio, óxido férrico, cera de carnaúba e hiprolose.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar?

Conservar em temperatura entre 15°C e 25°C.

Apresentação

Comprimidos de liberação prolongada de 5 mg. Via oral.
Embalagens com 20 comprimidos.
USO ADULTO

Interações Medicamentosas

SPLENDIL deve ser utilizado com cuidado nas seguintes situações:
- Em pacientes que estão tomando os seguintes medicamentos: substâncias que
interferem com o sistema enzimático hepático, cimetidina, eritromicina,
itraconazol, cetoconazol, certos flavonóides presentes em suco de grapefruit
(pomelo), fenitoína, carbamazepina, rifampicina, barbitúricos e digoxina.

Laboratório

AstraZeneca do Brasil Ltda.

SAC: 0800-014 55 78

< Splendil 2,5 mg < Splendil 5 mg > Sporanox >
publicidade