Seloken

publicidade

Indicação

Para que serve?

O Seloken comprimido ou solução injetável é indicado para o tratamento da hipertensão arterial, alterações do ritmo cardíaco, angina pectoris e suspeita ou infarto do miocárdio confirmado.

O Seloken também é indicado para o tratamento sintomático em hipertiroidismo, alterações cardíacas funcionais com palpitações e profilaxia da enxaqueca.

Posologia

Como usar?

Seloken Comprimido

Os comprimidos podem ser ingeridos com alimentos ou com o estômago vazio.

As seguintes doses devem ser consideradas como um guia:

  • Hipertensão: A dose recomendada é de 100 a 200 mg diários, como dose única pela manhã ou doses divididas, de manhã e à noite. Se necessário, pode ser adicionado outro medicamento anti-hipertensivo.
  • Angina pectoris: A dose recomendada é de 100 a 200 mg diários, em doses divididas, de manhã e à noite. Se necessário, pode ser adicionado outro remédio antianginoso.
  • Arritmias cardíacas: A dose recomendada é de 100 a 200 mg diários, em doses divididas, de manhã e à noite. Se necessário, pode ser adicionada outra droga antiarrítmica.
  • Tratamento de manutenção após infarto do miocárdio: O tratamento de manutenção a longo prazo, geralmente é de 200 mg diários, administrados em doses divididas, de manhã e à noite.
  • Hipertireoidismo: A dose recomendada é de 150 a 200 mg diários, divididos em 3 a 4 doses. Se necessário, a dose pode ser aumentada.
  • Alterações cardíacas funcionais com palpitações: A dose recomendada é 100 mg diariamente, como dose única, pela manhã. Se necessário, a dose pode ser aumentada para 200 mg.
  • Profilaxia da enxaqueca: A dose recomendada é de 100 a 200 mg diários, administrados em doses divididas, de manhã e noite.

Seloken Solução Injetável

  • Arritmias cardíacas: Inicialmente até 5 mg injetado intravenosamente à razão de 1-2 mg/min. A injeção pode ser repetida a intervalos de 5 minutos até que se obtenha uma resposta satisfatória. Geralmente, uma dose total de 10 a 15 mg é suficiente. São improváveis os benefícios da terapêutica com doses de 20 mg ou mais.
  • Infarto do miocárdio: Seloken Injetável deve ser administrado na veia, por um profissional de saúde, o mais rápido possível após o início dos sintomas de infarto agudo do miocárdio. Deve-se administrar 3 injeções em bolus de 5 mg cada em intervalos de 2 minutos, dependendo das condições hemodinâmicas do paciente sob monitorização intensiva. Se o paciente tolerar a dose intravenosa total de 15 mg, deve-se passar à dose de manutenção de 50 mg por via oral, 4 vezes ao dia, iniciando-se 15 minutos após a última injeção intravenosa. Mantém-se este esquema geralmente por 48 horas.

A dose de manutenção é de 100 mg de Seloken comprimidos, via oral, 2 vezes ao dia, pela manhã e à noite, ou 200 mg, 1 vez ao dia.

Pacientes que não toleram a dose intravenosa total de Seloken Injetável, devem iniciar o tratamento oral com cuidado, utilizando-se uma dose menor.

Veja como melhorar o efeito deste remédio.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Podem ocorrer fraqueza, vertigem, dor de cabeça, mãos e pés frios, náuseas, dificuldade respiratória, dor abdominal, batimento lento do coração, diarreia e prisão de ventre.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O Seloken não deve ser usado por pacientes com alergia ao metoprolol, aos demais componentes da fórmula ou a outros betabloqueadores.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Deve-se informar o médico caso a pessoa tenha problemas pulmonares, circulatórios, cardíacos, hepáticos ou renais, feocromocitoma ou sintomas de baixa taxa de açúcar no sangue.

Antes de qualquer cirurgia, deve-se informar o médico que se está tomando Seloken.

Deve-se verificar a reação ao medicamento antes de dirigir ou operar máquinas, porque, ocasionalmente, podem ocorrer vertigem ou fadiga.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O metoprolol é um betabloqueador cardiosseletivo, o qual bloqueia os receptores adrenérgicos beta1 em doses menores do que as necessárias para o bloqueio de receptores beta2, localizados principalmente nos brônquios e vasos periféricos.

Composição

Seloken comprimido

Cada comprimido contém:

Tartarato de metoprolol________________________100 mg

Excipientes q.s.p.________________________1 comprimido

(Excipientes: lactose monoidratada, celulose microcristalina, dióxido de silício, povidona, estearato de magnésio e carboximetilamilopectina sódica).

Seloken solução injectável

Cada mL contém:

Tartarato de metoprolol__________________________1 mg

Excipientes q.s.p. ______________________________1 mL

(Excipientes: propilparabeno, metilparabeno, cloreto de sódio e água para injeção).

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar?

Conservar Seloken comprimido em temperatura ambiente (15ºC a 30ºC).

Conservar Seloken solução injetável em temperatura ambiente (15°C a 25°C). Proteger da luz e umidade. Não congelar.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de superdose deve-se ir imediatamente ao médico.

Laboratório

AstraZeneca do Brasil Ltda.

SAC: 0800-014 55 78

Dizeres Legais:

MS - 1.1618.0071 | Farm. Resp.: Dra. Daniela M. Castanho - CRF-SP nº 19.097

< Selincro < Seloken > Selozok >
publicidade