Rydapt

Atualizado em: Maio 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

O Rydapt é um medicamento indicado para combater a leucemia mieloide aguda, que é um tipo de câncer que afeta os glóbulos brancos, com um diagnóstico recente. O Rydapt apenas é administrado quando a leucemia mieloide aguda apresenta uma alteração genética específica denominada mutação FLT3.

Este remédio é utilizado inicialmente em associação com outros medicamentos para o tratamento do câncer, podendo depois ser usado isoladamente, assim que a quimioterapia tenha sido dada por completa e que a doença tenha respondido ao tratamento.

Além disso, o Rydapt é também utilizado para o tratamento de adultos com mastocitose sistémica agressiva, mastocitose sistémica com câncer do sangue e leucemia de mastócitos.

Posologia

Como usar?

A dose recomendada de Rydapt é de uma cápsula de 50 mg, por via oral, duas vezes ao dia, com aproximadamente 12 horas de intervalo, às refeições.

Geralmente e dependendo da tolerância da pessoa, podem ser administrados antieméticos para prevenir o enjoo causado por Rydapt.

O Rydapt é administrado nos dias 8-21 dos ciclos de quimioterapia de indução e consolidação e depois, em doentes em resposta completa, todos os dias como agente único de terapêutica de manutenção até recidiva durante um máximo de 12 ciclos de 28 dias cada. Em doentes a receber transplante de células estaminais hematopoiéticas, o Rydapt deve ser descontinuado 48 horas antes do regime de condicionamento para o transplante.

Existem vários critérios para modificações de dose que devem ser determinados pelo médico.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

As reações adversas que podem ocorrer com Rydapt são neutropenia febril, náuseas, dermatite exfoliativa, vómitos, dor de cabeça, pontos vermelhos no corpo, febre, linfopenia, infeção relacionada com dispositivo, dermatite exfoliativa, hiperglicemia, náuseas, diarreia, inchaço, cansaço, sepsis e pneumonia.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este remédio não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade à substância ativa ou a qualquer um dos excipientes contidos na fórmula.

Além disso, também não deve ser administrado em pessoas que estejam a tomar indutores potentes da CYP3A4, como por exemplo, a rifampicina, hipericão, carbamazepina, enzalutamida ou fenitoína.

Este medicamento também não deve ser usado em mulheres grávidas ou que estejam a amamentar.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de iniciar o tratamento, a pessoa deve ser informada acerca dos efeitos que podem ocorrer com o medicamento de forma a tomar as devidas precauções, como a diminuição dos glóbulos brancos e como consequência a ocorrência de infecções e por isso deve ser controlada qualquer infecção grave ativa antes de iniciar o tratamento ou caso já tenha sido iniciado, deve-se estar atento aos sinais e sintomas de possível infecção, de forma a fazer o tratamento adequado ou mesmo suspender o Rydapt.

Deve-se ainda ter cautela em pessoas com insuficiência cardíaca, problemas nos pulmões, nos rins e no fígado.

As mulheres que desejam engravidar, devem ser informadas de que os estudos com animais revelam que a midostaurina, substância ativa de Rydapt, pode ser prejudicial para o desenvolvimento do bebê.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

A substância ativa do Rydapt, a midostaurina, é um inibidor de uma enzima chamada tirosina cinase.

Em pessoas com uma mutação FLT3, uma forma anormal da tirosina cinase FLT3 estimula a manutenção e o crescimento das células de leucemia mieloide aguda. Ao bloquear a enzima FLT3 anómala, a midostaurina ajuda a promover a morte das células anómalas, impedindo que o câncer se espalhe.

Além disso, o Rydapt bloqueia também uma forma mutada de uma outra enzima, a cinase KIT, que tem um papel importante no estímulo do crescimento anómalo de mastócitos nas doenças que envolvem estas células.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

As reações adversas observadas com sobredosagem foram diarreia, dor abdominal e vómitos.

Composição

Cada cápsula mole contém:

Midostaurina____________________________________25 mg

Excipientes_____________________________q.s.p. 1 cápsula

(Excipientes: Hidroxiestearato de macrogolglicerol, Macrogol, Etanol anidro, Óleo de milho mono-di-triglicéridos, Racemato total de alfa-tocoferol, Glicerol, Dióxido de titânio (E171), Óxido de ferro amarelo(E172), Óxido de ferro vermelho (E172), Água purificada, Carmin (E120), Hipromelose e Propilenoglicol)

Laboratório

Novartis

Novartis Pharmaceuticals Corporation: - Telf. 1-888-669-6682

< Rumalon < Rydapt > Sabofen >
publicidade