Remédios para tratar a infecção urinária

publicidade

Os medicamentos mais usados para tratar uma infecção urinária são os antibióticos, que vão ajudar a eliminar as bactérias do sistema urinário.

Além disso, o médico pode ainda recomendar remédios antissépticos, antiespasmódicos, remédios naturais e analgésicos para aliviar o desconforto, como dor abdominal e queimação e ardência ao urinar.

1. Antibióticos

Geralmente, o médico receita antibióticos para eliminar as bactérias presentes no trato urinário, cuja posologia pode variar de pessoa para pessoa, consoante a gravidade da infecção e o peso. Alguns exemplos de antibióticos mais prescritos para tratar a infecção urinária são:

  • Nitrofurantoína, conhecida comercialmente por Hantina ou Macrodantina. Geralmente, a dose recomendada para adultos é de 100 mg a cada 6 horas, durante 7 a 10 dias. Saiba quais as contraindicações e efeitos colaterais deste medicamento;
  • Fosfomicina, conhecida comercialmente por Monuril, em que a dose recomendada é de 1 sachê de 3g em toma única ou a cada 24 horas, durante 2 dias. Veja como tomar este remédio corretamente;
  • Sulfametoxazol + trimetoprima, conhecido comercialmente por Bactrim, Bactrim Forte, Bactropin ou Trimexazol, cujas doses podem ser consultadas nas bulas dos medicamentos. A duração do tratamento deve ser estabelecida pelo médico;
  • Ciprofloxacino, conhecido comercialmente por Ciflox, por exemplo, cuja posologia depende da gravidade da infecção urinária, podendo variar entre 250 a 500 mg por dia. Saiba mais sobre a posologia, contraindicações e feitos colaterais do ciprofloxacino;
  • Levofloxacino, conhecido comercialmente por Tamiran, cuja posologia recomendada é de 1 comprimido de 500 mg a cada 24 horas;
  • Cefalexina, conhecida comercialmente por Keforal, cuja dose pode variar em função da gravidade da infecção, sendo a posologia geralmente recomendada de 500 mg a cada 12 horas.

Além disso, em alguns casos, o médico pode recomendar a administração de uma injeção de ceftriaxona, conhecida comercialmente por Ceftriax.

É importante que as dose sejam respeitadas, assim como a duração do tratamento. Mesmo que os sintomas melhorem antes, o antibiótico deve ser tomado durante o período de tempo recomendado pelo médico.

2. Remédios para aliviar o desconforto

O médico pode ainda receitar medicamentos que aliviam os sintomas de infecção urinária, como dor e queimação ao urinar, dor abdominal e sensação de peso no fundo da barriga.

Os remédios que podem ser usados para aliviar estes sintomas são os antiespasmódicos, como a escopolamina, conhecidos comercialmente por Hioscina ou Buscopan, flavoxato e hiosciamina. Estes medicamentos, também podem ser comercializados associados a outras substâncias ativas como é o caso do Buscopan composto, que além da escopolamina, também tem dipirona na sua composição, ou associados entre eles, como é o caso do Tropinal, que combina substâncias como a escopolamina e a hiosciamina.

Além disso, a fenazopiridina, conhecida comercialmente por Urovit ou Pyridium, também alivia a dor e ardência característica das infecções urinárias, já que é um analgésico que atua no trato urinário.

3. Fitoterápicos

Os fitoterápicos são uma boa opção para complementar o tratamento prescrito pelo médico, já que auxilia no tratamento e ajuda a prevenir recidivas. 

Geralmente, são utilizados suplementos com extrato de arando vermelho, que age impedindo a adesão das bactérias ao trato urinário, facilitando a sua eliminação.

4. Vacinas

Existe uma vacina oral, chamada de Uro-Vaxom, que pode ser utilizada para a prevenção de infecções urinárias recorrentes ou como complemento ao tratamento, já que estimula as defesas do organismo contra a bactéria E. coli.

Saiba como tomar Uro-Vaxom e quais os efeitos colaterais mais comuns.

Qualquer um destes medicamentos só deve ser tomado se for recomendado pelo médico. Deve-se ainda ter um cuidado especial em crianças, já que alguns destes medicamentos são contra-indicados nesta faixa etária e algumas das posologias e formas farmacêuticas podem ser diferentes das dos adultos.

Além disso, as grávidas devem evitar ao máximo a toma de medicamentos e só devem fazer o tratamento depois de consultar o obstetra. Os antibióticos para a infecção urinária que são considerados mais seguros para tomar durante a gestação são as cefalosporinas e a ampicilina.

publicidade