Rebif 44 e 22 mcg



Indicação

Para que serve?

Indicado para esclerose múltipla, atrasando a progressão da doença e reduzindo a frequência das crises, em adultos.

Posologia

Como usar?

Geralmente, a dose recomendada é de 44 mcg, que devem ser administrados através de uma injeção sob a pele, 3 vezes por semana, ou seja, de 48 em 48 horas, e de preferência sempre à mesma hora e à noite.

A dose recomendada e a duração do tratamento de Rebif devem ser indicadas pelo seu médico, pois estas dependem da gravidade do problema a tratar e da resposta individual de cada paciente ao tratamento.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Rebif podem incluir depressão, amarelamento da pele ou da parte branca dos olhos, dor de cabeça, dificuldade para adormecer, diarreia, náusea, vômitos, coceira, dores musculares e nas juntas, fadiga, febre, arrepios, perda de cabelo e pelos e reações de alergia no local de injeção como vermelhidão, inchaço, coceira e urticária na pele. 0

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Rebif está contraindicado para bebês prematuros, recém-nascidos ou crianças com menos de 2 anos de idade, mulheres grávidas ou amamentando, pacientes com depressão e para pacientes com alergia ao interferão beta recombinante ou natural ou a algum dos componentes da fórmula.

Farmacocinética

Como funciona?

Rebif é um medicamento que pertence a um grupo de medicamentos chamados interferões, substâncias naturalmente produzidas pelo corpo humano e que são responsáveis por transmitir mensagens entre células.

Os interferões desempenham um papel importante no sistema imunitário, sendo responsáveis por limitar os danos no sistema nervoso central, associados à esclerose múltipla. Assim, Rebif é um medicamento que é utilizado no tratamento da esclerose múltipla.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Rebif, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando, tiver historial de alergia a outros medicamentos, historial de doenças ou problemas nos rins, tiver doença no fígado, coração ou tireoide, tiver historial de depressão ou de crises epiléticas ou se estiver a tomar outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica, antiepiléticos ou antidepressivos.

Durante o tratamento com Rebif caso sinta sintomas como desconforto, vermelhidão, inchaço, falta de sensibilidade ou hematoma na pele, deve consultar o seu médico logo que possível.

O tratamento com Rebif​ nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Rebif​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento.

Composição

Rebif 44 mcg por cada 0,5 ml de solução contém:

interferão beta-1a _______________________________ 44 µg
Excipientes ____________________________________ 0,5 ml

(Excipientes: Manitol, poloxamer 188, L-metionina, álcool benzílico, acetato de sódio, ácido acético e hidróxido de sódio para ajuste do pH e água para preparações injetáveis).

Rebif 22 mcg por cada 0,5 ml de solução contém:

interferão beta-1a _______________________________ 22 µg
Excipientes ____________________________________ 0,5 ml

(Excipientes: Manitol, poloxamer 188, L-metionina, álcool benzílico, acetato de sódio, ácido acético e hidróxido de sódio para ajuste do pH e água para preparações injetáveis).

Laboratório

Merck S.A.

SAC: 0800 7277293

Outros medicamentos para aliviar a dor e reduzir a inflamação em casos de esclerose múltipla podem ser o Gilenya e o Tysabri.

< Rebetol < Rebif 44 e 22 mcg > Reconter >
publicidade