Pyloripac Retrat

publicidade

Indicação

Para que serve?

Este medicamento é indicado para o retratamento da eliminação da bactéria Helicobacter pylori associada a úlceras gástricas ou duodenais ativas ou cicatrizadas.

Caso o tratamento de primeira linha ou reinfecção pela bactéria H. pylori falhe, deve ser indicado o uso deste medicamento, de forma a eliminar a H. pylori, reduzindo assim o índice de recorrência dessas úlceras e a necessidade de futuros tratamentos.

Posologia

Como usar?

Este medicamento deve ser ingerido por via oral e com água.

A dose recomendada é de 1 cápsula de lansoprazol 30 mg, 1 comprimido de levofloxacino 500 mg e 2 cápsulas de amoxicilina 500 mg.

Deve-se aguardar cerca de 30 minutos antes de comer.

À noite, em jejum de 3 horas, deve-se tomar, ao mesmo tempo, 1 cápsula de lansoprazol 30 mg e 2 cápsulas de amoxicilina 500 mg e aguardar pelo menos 30 minutos para comer.

O tratamento é recomendado durante 10 dias ou conforme orientação médica.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Pyloripac Retrat são dor de cabeça, tontura, prisão de ventre, diarreia e náusea, diarreia, náusea, rash cutâneo, vômito, aumento de enzimas hepáticas e insônia.

Veja como evitar ter diarreia durante o tratamento com antibióticos.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este medicamento não deve ser usado por pacientes com hipersensibilidade conhecida a qualquer componente da fórmula ou moléculas semelhantes, pacientes com epilepsia, com histórico de distúrbios no tendão relacionadas à administração de fluoroquinolona, crianças ou adolescentes, grávidas e mulheres lactantes.

Este medicamento é contraindicado para menores de 15 anos.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Este medicamento contém açúcar na sua composição, por isso, deve ser usado com cautela em diabéticos.

O uso prolongado de antibióticos pode levar a uma colonização por bactérias e fungos não sensíveis ao tratamento.

O lanzoprazol pode estar associado a um risco aumentado de fraturas relacionadas à osteoporose do quadril, punho ou espinha.

O levofloxacino deve ser utilizado com extrema cautela em pacientes predispostos à convulsão ou que tenham deficiência da glicose-6-fosfato desidrogenase.

Antes do tratamento, o médico deve ser informado caso a pessoa tenha febre glandular, tome medicamentos anticoagulantes, tenha problemas renais ou não esteja a urinar regularmente ou caso tenha sofrido de diarreia durante ou após o uso de antibióticos.

Em alguns casos, o Pyloripac pode causar tontura e desorientação e por isso deve-se ter cautela na operação de máquinas ou condução de veículos.

O médico deve ser informado acerca de qualquer medicamento que a pessoa esteja a tomar.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O Pyloripac é uma associação de três medicamentos utilizados para o tratamento de úlceras localizadas no estômago ou duodeno, devido à presença da bactéria Helicobacter pylori, que são o lansoprazol, o levofloxacino e a amoxicilina.

O lansoprazol diminui a acidez do estômago e por isso é utilizado no tratamento de doença péptica ulcerosa e em situações onde a diminuição da secreção gástrica é benéfica.

O levofloxacino é um agente antibacteriano sintético de amplo espectro pertencente à classe das fluoroquinolonas.

A amoxicilina é uma penicilina de ampla ação, com atividade bactericida. Recentemente, alguns estudos comprovaram que a amoxicilina é altamente ativa contra o H. pylori, apresentando uma potente ação bactericida.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de superdose, deve-se ir imediatamente ao médico.

Composição

O Pyloripac é um medicamento que contém cápsulas de liberação retardada de lansoprazol 30 mg, comprimidos revestidos de levofloxacino 500 mg e cápsulas de amoxicilina 500 mg.

Cada cápsula de liberação retardada de lansoprazol contém:

Lansoprazol __________________________________30 mg

Excipientes q.s.p. ___________________________1 cápsula

(Excipientes: amido, carbonato de magnésio, polimetacrílicocopoliacrilato de etila, dióxido de silício, dióxido de titânio, hidróxido de sódio, hiprolose, hipromelose, polissorbato 80, macrogol, povidona, sacarose, talco).

Cada comprimido revestido de levofloxacino contém:

Levofloxacino hemi-hidratado ________________ 512,46 mg (correspondente a 500 mg de levofloxacino)

Excipientes q.s.p. _______________________1 comprimido

(Excipientes: celulose microcristalina, crospovidona, hipromelose, estearilfumarato de sódio, óxido de ferro vermelho, óxido de ferro amarelo, hipromelose, macrogol, dióxido de titânio).

Cada cápsula de amoxicilina contém:

Amoxicilina tri-hidratada _______________________574 mg (correspondente a 500 mg de amoxicilina)

Excipientes q.s.p. __________________________ 1 cápsula

(Excipientes: celulose microcristalina, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de magnésio, laurilsulfato de sódio).

Laboratório

Medley

- SAC: 0800 7298000.

Dizeres legais:

Farm. Resp.: Dra. Tatiana de Campos | CRF-SP nº 29.482 | MS - 1.8326.0060

< Pyloripac < Pyloripac Retrat > Pyloritrat >
publicidade