Provera e Depo Provera

publicidade

Indicação

Para que serve?

Provera é um hormônio sexual, de toma oral, indicado no tratamento de ciclos menstruais irregulares e na interrupção da menstruação ​causada por desequilíbrio hormonal. Além disso, também pode ser indicado para reposição hormonal durante a menopausa.

Por outro lado, o Depo Provera injetável é o mesmo hormônio, porém nesta forma é indicado como anticoncepcional com aplicações trimestrais.

Posologia

Como usar?

Provera oral

Geralmente, a dose recomendada de Provera oral varia de 2,5 a 10 mg por dia, e o período recomendado de tratamento varia de 5 a 10 dias.

A dose recomendada de Provera oral e a duração do tratamento devem ser indicadas pelo médico, pois dependem dos sintomas manifestados e da resposta individual de cada paciente ao tratamento.

Depo Provera - anticoncepcional injetável

Geralmente, a dose recomendada para prevenção da gravidez é de 1 injeção intramuscular, de 12 em 12 semanas ou de 13 em 13 semanas, nunca excedendo os 91 dias entre aplicações. As doses de Depo Provera devem ser indicadas pelo seu médico e as injeções apenas devem ser administradas por um profissional de saúde treinado.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Provera e Depo Provera podem incluir reações de alergia, ausência de ovulação prolongada, inchaço e retenção de líquidos, depressão, problemas em dormir, nervosismo, tontura, dor de cabeça, sonolência, náusea, amarecimento da pele e dos olhos, acne, queda de cabelo, aumento do crescimento do pêlo, coceira, vermelhidão ou urticária na pele, nervosismo, sangramento irregular do útero, ausência de menstruação, feridas no colo do útero, alterações de secreções do colo do útero, produçao de leite por mulheres que não estão a amementar, dor no seio, fadiga, aumento da temperatura do corpo ou diminuição da tolerância à glicose.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Provera e Depo Provera está contraindicado para mulheres grávidas, com suspeita de gravidez ou amamentando, pacientes com historial de doenças vasculares como tromboflebite, distúrbios tromboembólicos ou cerebrovasculares, problemas de funcionamento do fígado, casos de suspeita de doença maligna dos órgãos genitais ou de aborto incompleto, pacientes com sangramento vaginal de causa desconhecida e para pacientes com alergia à medroxiprogesterona, ao corante amarelo de tartrazina ou a outros componentes da fórmula. Além disso, é também contraindicada a utilização de Provera como teste de diagnóstico para gravidez, e na presença ou suspeita de doença maligna de mama.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Provera e Depo Provera tem na sua composição Acetato de Medroxiprogesterona, que é um derivado da progesterona que atua inibindo a secreção de hormonas pela hipófise, impedindo deste modo a maturação folicular e ovulação.

Após administração oral, a concentração máxima de Acetato de Medroxiprogesterona no organismo é obtida cerca de 2 a 4 horas após a sua administração.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Provera ou Depo Provera, deverá falar com o seu médico se tiver historial de depressão, retenção de líquidos, tromboembolismo venoso ou de alergias, especialmente ao ácido acetilsalicílico, tiver diabetes ou se estiver a tomar outros medicamentos.

Provera oral quando utilizado como terapia hormonal em mulheres na menopausa, apenas pode ser utilizado em casos onde não tenha sido realizada nenhuma cirurgia para remoção do útero.

Durante o tratamento com Provera, caso sinta sintomas como perda completa ou parcial da visão, olhos mais salientes que o normal, visão dupla ou enxaqueca deve consultar o seu médico logo que possível. Além disso, Provena oral é um medicamento que pode interromper a menstruação por período durante longos períodos de tempo ou que pode causar sangramentos severos fora do período menstrual.

Depo Provera é apenas um contraceptivo oral é indicado para prevenção da gravidez, sendo que, não protege contra as infecções causadas pelo vírus HIV ou contra outras doenças sexualmente transmissíveis como clamídia, herpes genital, gonorreia, hepatite B, papiloma vírus humano - HPV ou sífilis.

O tratamento com Provera​ ou Depo Provera nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Provera​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento.

Composição

Provera 2,5 mg por cada comprimido contém:

Acetato de Medroxiprogesterona __________________ 2,5 mg

Excipientes ______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: lactose, amido de milho, sacarose, vaselina líquida, estearato de cálcio, talco e corante amarelo FD&C no 6).

Provera 5 mg por cada comprimido contém:

Acetato de Medroxiprogesterona ___________________ 5 mg

Excipientes ______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: lactose, amido de milho, sacarose, vaselina líquida, estearato de cálcio, talco, corante amarelo tartrazina (FD&C no 5) e verde Myrtiline R).

Provera 10 mg por cada comprimido contém:

Acetato de Medroxiprogesterona __________________ 10 mg

Excipientes ______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: lactose monoidratada, amido de milho, sacarose, óleo mineral, estearato de cálcio e talco).

Depo Provera por cada 1 ml de suspensão injetável contém:

Acetato de Medroxiprogesterona __________________ 150 mg

Excipientes _____________________________________ 1 ml

(Excipientes: macrogol, polissorbato 80, cloreto de sódio, metilparabeno, propilparabeno, hidróxido de sódio, ácido clorídrico, água para injetáveis).

Interações Medicamentosas

Provera não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como bromocriptina ou aminoglutetimida.

Provera engorda ?

Não, Provera não engorda pois não provoca aumento do apetite, porém pode causar inchaço e retenção de líquidos e por isso pode causar variações de peso.

Tomar Provera pode provocar aborto?

Não, Provera não é indicado para provocar aborto nem para finalizar um aborto incompleto ou retido.

Laboratório

Pfizer

Pfizer Manufacturing Deutschland GmbH Illertissen – Alemanha: - SAC: 0800 16 7575

O genérico de Provera é o Acetato de Medroxiprogesterona.

Dizeres Legais:

M.S.: 1.0216.0196​
Farm. Resp.: José Cláudio Bumerad

< Provacyl < Provera e Depo Provera > Psicoglut >
publicidade