Protectina 100 e 200 mg



Indicação

Para que serve?

É indicado no tratamento de doenças da região genital como:

  • Uretrite;
  • Prostatite;
  • Epididimoorquite;
  • ​Sífilis;
  • Doença inflamatória pélvica.

Pode também ser usado no tratamento de pneumonia atípica, cólera, acne, malária cloroquina-resistente, leptospirose e doença de Lyme.

Posologia

Como usar?

A dosagem e o modo de administração varia de acordo com o tipo de doença a tratar, devendo o médico indicar qual a melhor dose.

Existem comprimidos de Protectina de 50 mg, 100 mg e 200 mg.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

As reações adversas mais comuns são náusea, vômito, diarreia, inflamação da língua, inflamação na região dos genitais e ânus, úlceras, aumento da sensibilidade da pele à luz, coceira, anemia e outras alterações nos valores do exame de sangue.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Não deve ser usado em crianças com menos de 8 anos, mulheres grávidas ou que estejam a amamentar e pessoas com alergia a qualquer componente da fórmula.

É também contraindicado em caso de esofagite, gastrites, úlcera no estômago, insuficiência hepática grave e história de fototoxicidade às tetraciclinas.

Farmacocinética

Como funciona?

Protectina contém na sua fórmula doxiciclina, um antibiótico que causa a morte de uma grande quantidade de bactérias que causam infeções sexualmente transmissíveis ou outro tipo de doenças como malária ou leptospirose.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de iniciar o tratamento deve-se informar o médico sobre a existência de doenças e que tipo de medicamentos se está a tomar para avaliar o risco da utilização deste antibiótico. Devem ser feitos exames de sangue regulares em caso de tratamento prolongado para verificar se existem alterações no funcionamento dos órgãos do organismo.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de se tomar dose superior a indicada, podem surgir vômitos, diarreia e náuseas, devendo-se consultar o médico imediatamente.

Composição

Cada cápsula de Protectina® 100 mg contém:

Hiclato de doxiciclina ______________________115,4 mg

- Equivalente a 100 mg de doxiciclina

Excipiente _______________________________1 cápsula

(Excipientes: microgrânulos neutros, talco, ácido poli 2-(dimetilamino) etilmetacrilatocobutilmetacrilato, povidona reticulada e álcool etílico).

Cada cápsula de Protectina® 200 mg contém:

Hiclato de doxiciclina ______________________230,8 mg

- Equivalente a 200 mg de doxiciclina

Excipiente _______________________________1 cápsula

(Excipientes: microgrânulos neutros, talco, ácido poli 2-(dimetilamino) etilmetacrilatocobutilmetacrilato, povidona reticulada e álcool etílico).

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar?

Conservar em temperatura ambiente entre os 15ºC e os 30ºC, protegido da luz e umidade, até à data de validade indicada na embalagem.

Laboratório

Gross

LABORATÓRIO GROSS S.A.

Rua Padre Ildefonso Penãlba, Nº. 389.

CEP: 20775-020

Rio de Janeiro - RJ - Brasil

CNPJ: 33.145.194/0001-72

Dizeres legais:

Protectina MS 1.0444.0111 | FARM.RESP.: Márcio Machado

< Prostigmine < Protectina 100 e 200 mg > Protovit >
publicidade