Propecia

Indicação

Para que serve?

Tratamento de homens com calvície de padrão masculino (alopecia androgenética), para aumentar o crescimento capilar no couro cabeludo e prevenir a queda adicional de cabelo.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Propecia é contra-indicado nos seguintes casos: mulheres grávidas ou que possam engravidar. Hipersensibilidade a qualquer componente do produto. Propecia não é indicado para mulheres ou crianças.

Posologia

Como usar?

1 comprimido de 1 mg diariamente, com ou sem alimentos. Geralmente, o uso diário por 3 meses ou mais é necessário antes que se observe aumento no crescimento capilar e/ou prevenção da queda de cabelo. O uso contínuo é recomendado para obtenção do máximo benefício. Superdosagem: em estudos clínicos, doses únicas de finasterida de até 400 mg e doses múltiplas de até 80 mg/dia durante 3 meses não causaram efeitos adversos. Não há recomendação de nenhuma terapia específica para a superdosagem com Propecia.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Propecia é geralmente bem tolerado. Os efeitos colaterais, normalmente leves, geralmente não resultam na descontinuação da terapia. Os seguintes efeitos adversos relacionados à droga foram relatados: diminuição da libido e disfunção erétil. Além disso, foi relatada diminuição do volume do ejaculado. Esses efeitos desapareceram nos homens que descontinuaram a terapia e em muitos que mantiveram a terapia.. A finasterida é utilizada também no tratamento de homens mais idosos com hiperplasia prostática benigna em doses 5 vezes superiores à recomendada para alopecia androgenética. Outros efeitos colaterais relatados após a comercialização da concentração de 5 mg em homens com HPB são aumento do volume e da sensibilidade da mama; e reações de hipersensibilidade, incluindo edema labial e erupções cutâneas.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Geral: em estudos clínicos com Propecia em homens de 18 a 41 anos de idade, a concentração sérica média de antígeno prostático específico (PSA) diminuiu de 0,7 ng/ml no período basal para 0,5 ng/ml no 12 mês. Quando Propecia for administrado em homens mais velhos que também sejam portadores de hiperplasia prostática benigna (HPB), deve-se levar em consideração que, nesses casos, os níveis de PSA diminuem aproximadamente 50%. Uso na gravidez: Propecia é contra-indicado para mulheres grávidas ou que possam engravidar. Devido à capacidade dos inibidores da 5-alfa-redutase do tipo II, como a finasterida, de inibir a conversão de testosterona em diidrotestosterona, essas drogas podem causar anormalidades na genitália externa de fetos do sexo masculino, quando administradas a uma mulher grávida. Comprimidos esfarelados ou quebrados de Propecia não devem ser manuseados por mulheres grávidas ou que possam engravidar, devido à possibilidade de absorção da finasterida e do risco potencial subseqüente para o feto do sexo masculino. Os comprimidos são revestidos para prevenir o contato com o ingrediente ativo durante o manuseio normal. Uso em nutrizes: Propecia é contra-indicado para mulheres. Não se sabe se a finasterida é excretada no leite materno. Uso pediátrico: Propecia não é indicado para crianças. Uso em idosos: estudos clínicos com Propecia não foram realizados em idosos com calvície de padrão masculino. - Interações medicamentosas: não foram identificadas interações medicamentosas de importância clínica. A finasterida parece não afetar o sistema enzimático metabolizador de drogas ligadas ao citocromo P450. Os compostos que foram testados no homem incluíram propranolol, digoxina, gliburida, varfarina, teofilina e antipirina. Embora não tenham sido realizados estudos específicos de interação, doses de finasterida de 1 mg ou mais foram utilizadas em estudos clínicos concomitantemente com inibidores da ECA, acetaminofen, alfabloqueadores, benzodiazepínicos, betabloqueadores, bloqueadores dos canais de cálcio, nitratos, diuréticos, antagonistas H2, inibidores da HMG-CoA redutase, inibidores da prostaglandina sintetase (NSAIDS) e quinolonas, sem evidência de interações adversas clinicamente significativas.

Composição

Cada comprimido contém 1 mg de finasterida,MSD, como composto ativo. Os ingredientes inativos são: lactose monoidratada, celulose microcristalina, amido pré-gelatinizado, glicolato de amido sódico, docusato sódico, estearato de magnésio, hidroxipropilmetilcelulose 2910, hidroxipropilcelulose, dióxido de titânio, talco, óxido de ferro amarelo e óxido de ferro vermelho.

Apresentação

Caixas contendo 3 blisters com 10 comprimidos.

Laboratório

Merck Sharp & Dohme Farmacêutica Ltda.

SAC: 0800-0122232

< Pronazol < Propecia > Propilracil 100 mg >