Pradaxa

publicidade

Indicação

Para que serve?

Pradaxa é indicado para prevenir a formação e migração de coágulos nas veias em pacientes submetidos à cirurgia de substituição da junta do quadril ou do joelho. Além disso, Pradaxa também é indicado para prevenção de AVC e de embolia sistêmica, e para redução do risco de morte em pacientes com fibrilação atrial.

Posologia

Como usar?

Geralmente, a dose recomendada de Pradaxa varia de 150 a 300 mg, administrados em duas doses por dia, 2 comprimidos de 75 mg ou 2 comprimidos de 150 mg, de acordo com indicação médica.

A dose recomendada e a duração do tratamento com Pradaxa deve ser indicada pelo seu médico, pois as doses recomendadas e a duração do tratamento vão depender do tipo e gravidade do problema a tratar e da resposta individual de cada paciente ao tratamento.

Os comprimidos de Pradaxa devem ser engolidos inteiros, juntamente com um copo de água, sem partir ou mastigar.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Pradaxa podem incluir anemia, hemorragias ou sangramentos no nariz, estômago ou intestinos, urinário ou dos genitais, na pele ou no cérebro, dor abdominal, diarreia, má digestão, náusea, alterações nos resultados de exames ao sangue, coceira, vermelhidão ou urticária na pele, hematoma, catarro com sangue, dificuldade para engolir, úlcera no intestino, estômago ou esôfago, refluxo gástrico, vômito ou alteração da função do fígado.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Pradaxa está contraindicado para pacientes com mau funcionamento dos rins, sangramentos ou algum problema ou doença que afete a coagulação sanguínea, pacientes com lesão de órgãos com risco de sangramento, em tratamento com cetoconazol sistêmico e que possuam próteses de valvas do coração e para pacientes com alergia à dabigatrana, ao etexilato de dabigatrana ou a algum dos componentes da fórmula.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Pradaxa é tem na sua composição Mesilato de etexilato de dabigatrana, um composto que inibe uma substância chamada trombina, responsável pela formação dos coágulos sanguíneos.

Após a sua administração oral, Pradaxa inicia a sua de ação cerca de 2 horas após a sua administração.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Pradaxa, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando, tiver menos de 18 anos ou mais de 65 anos, tiver condições de alto risco de sangramento, como cirurgias, procedimentos, biópsias recentes, traumatismos ou endocardite bacteriana, tiver de realizar alguma cirurgia ou procedimento ou se estiver a tomar outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Durante o tratamento com Pradaxa, caso sofra alguma queda ou caso se machuque, principalmente se bater a cabeça, deve consultar o seu médico logo que possível pois pode haver um maior risco de ocorrer sangramentos.

O tratamento com Pradaxa​ nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Pradaxa​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento.

Composição

Pradaxa 75 mg por cada comprimido contém:

Etexilato de dabigatrana __________________________ 75 mg
- Equivalente a 86,48 mg de mesilato de etexilato de dabigatrana
Excipientes ______________________________ 1 comprimido

Pradaxa 110 mg por cada comprimido contém:

Etexilato de dabigatrana _________________________ 110 mg
- Equivalente a 126,83 mg de mesilato de etexilato de dabigatrana
Excipientes ______________________________ 1 comprimido

Pradaxa 150 mg por cada comprimido contém:

Etexilato de dabigatrana _________________________ 150 mg
- Equivalente a 172,95 mg de mesilato de etexilato de dabigatrana
Excipientes ______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: ácido tartárico, acácia, hipromelose, dimeticona, talco, hiprolose; Componentes da cápsula: carragenina, cloreto de potássio, dióxido de titânio, corante amarelo crepúsculo, corante indigotina, hipromelose, água purificada).

Interações Medicamentosas

Pradaxa não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como alguns medicamentos que podem alterar a coagulação ou provocar sangramentos, amiodarona, verapamil, quinidina, claritromicina, cetoconazol, rifampicina, erva-de- São-João, carbamazepina, heparina e derivados, fondaparinux, desirudina, agentes trombolíticos, antagonistas do receptor GPIIb/IIIa, ticlopidina, dextrano, sulfimpirazona, rivaroxabana, prasugrel, ticagrelor, antagonistas da vitamina K como varfarina), itraconazol, tacrolimo, ciclosporina, ritonavir, tipranavir, nelfinavir, saquinavir, ácido acetilsalicílico, clopidogrel, anti-inflamatórios não esteroides, antidepressivos que atuam sobre a serotonina como fluoxetina, paroxetina, sertralina, venlafaxina, citalopram, fluvoxamina, duloxetina, dronedarona ou juntamente com cetoconazol.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso ocorra o esquecimento da administração de uma dose de Pradaxa deve tomar a dose esquecida logo que se lembre, desde que o faça até 6 horas antes do horário programado da próxima dose. Caso contrário, deve ignorar a dose esquecida, e tomar apenas a dose do horário seguinte. As doses de Pradaxa nunca devem ser administradas em dobro ou em horários muito próximos.

Nova Linha

O genérico de Pradaxa é o YYYYYY e outros medicamentos para o prevenir coágulos após cirurgias podem ser a Aspirina e a Coumadin.

Laboratório

.

< Pozato Uni < Pradaxa > Praluent >
publicidade