Pomadas para candidíase no homem e na mulher

publicidade

As pomadas e cremes usados para tratar a candidíase têm antifúngicos na composição, como o clotrimazol, isoconazol ou miconazol, por exemplo, que inibem o crescimento e a multiplicação destes micro-organismos, aliviando a coceira na região íntima.

A candidíase é uma micose, geralmente causada pelo fungo Candida albicans, cujos sintomas principais são coceira e ardência vaginal e aparecimento de corrimento esbranquiçado na mulher e coceira no homem.

Nomes de pomadas antifúngicas

Alguns dos anti-fúngicos mais usados para tratar a candidíase são:

1. Clotrimazol

Algumas das pomadas que contêm clotrimazol na composição são o Gyno-Canesten, Canesten, Clotrimix, Clotrigel, Dermobene ou Clotren, por exemplo, estando também disponível na forma de genérico. Este medicamento pode ser usado por homens e mulheres.

Veja quais as contra-indicações e efeitos colaterais mais comuns.

2. Isoconazol

Algumas das pomadas que contêm Isoconazol são o Gyno-icaden ou Icaden, estando também disponível em forma de genérico.

Veja quais as contraindicações e efeitos colaterais mais comuns do isoconazol.

3. Miconazol

O miconazol está disponível em genérico e é também comercializado com o nome Gino-Mizonol ou Vodol, podendo ser usado em homens e mulheres.

Além disso, o miconazol é muitas vezes associado a outro antifúngico, o tinidazol, em cremes como o Amplium G, Trinizol e Crevagin, por exemplo. Estas associações não são indicadas para a utilização em homens.

Saiba quais as contraindicações e efeitos colaterais do miconazol.

4. Terconazol

O terconazol é um anti-fúngico de amplo espectro, que é comercializado em genérico ou com o nome de Gyno-Fungix.

Saiba quem não deve usar este medicamento e quais os efeitos colaterais mais comuns.

5. Fenticonazol

Algumas das pomadas que contêm fenticonazol na composição são o Vagicand, Fentizol, Ginna ou Fentinax, por exemplo. As pomadas com fenticonazol não devem ser usadas por homens.

Veja quais as contraindicações e efeitos colaterais deste medicamento.

Como usar a pomada para a candidíase

1. No homem

Para tratar a candidíase peniana, deve-se aplicar uma camada fina do creme na glande e prepúcio do pênis, cerca de 2 a 3 vezes ao dia, friccionando ligeiramente em seguida. O creme deve ser aplicado durante o tempo determinado pelo médico, até o aparecimento total dos sintomas.

2. Na mulher

O creme antifúngico deve ser introduzido profundamente na vagina, com a ajuda de um aplicador, conforme indicado de seguida, uma vez por dia, à noite, ao deitar, durante o tempo determinado pelo médico, cujos dias devem ser seguidos. A aplicação também deve ser realizada na região externa.

  • Após a lavagem das mãos, puxar o êmbolo do aplicador até prender;
  • Abrir a bisnaga e ajustar o aplicador à bisnaga, mantendo-o firmemente encaixado;
  • Encher o aplicador, apertando cuidadosamente a bisnaga;
  • Retirar o aplicador da bisnaga e introduzir o aplicador profundamente na vagina, de preferência na posição deitada de costas e com as pernas ligeiramente dobradas;
  • Empurrar o êmbolo até esvaziar completamente o conteúdo do aplicador;
  • Retirar o aplicador sem puxar pelo êmbolo para evitar o retorno do creme e colocar o aplicador no lixo;
  • Aplicar um pouco de creme na região íntima externa. 

Deve-se evitar realizar este tratamento durante a menstruação. Além disso, não é recomendado o uso de absorventes internos, duchas intra-vaginais, espermicidas ou outros produtos durante o tratamento.

publicidade