Opdivo

Nivolumab

publicidade

Indicação

Para que serve?

O Opdivo é um remédio que tem nivolumabe na sua composição, que é indicado em monoterapia para o tratamento de melanoma avançado.

Este medicamento é indicado para o tratamento de câncer de pulmão de células não pequenas localmente avançado ou metastático com progressão após quimioterapia à base de platina.

Posologia

Como usar?

O Opdivo deve ser administrado num hospital ou numa clínica por um profissional de saúde.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Opdivo são erupção cutânea, coceira, diarreia, enjoo, cansaço e diminuição na quantidade de neutrófilos no sangue.

Embora seja mais raro, também pode ocorrer infecção do trato respiratório superior, reação relacionada à infusão, alergia, hipotireoidismo ou hipertireoidismo, diminuição do apetite, neuropatia periférica, dor de cabeça, tontura, hipertensão, pneumonite, falta de ar, tosse, colite, surgimento de aftas, vômito, dor abdominal, prisão de ventre, boca seca, vitiligo, pele seca, vermelhidão da pele, redução parcial ou total dos cabelos e pêlos em determinada área da pele, dor muscular, dor articular, febre, inchaço e perda de peso.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O Opdivo está contraindicado para pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula.

Além disso, este medicamento não deve ser usado durante a gravidez ou por mulheres que estejam a amamentar.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Durante o tratamento com Opdivo, deve-se informar o médico caso ocorram os seguintes isntomas

  • Inflamação nos pulmões;
  • Inflamação do intestino;
  • Inflamação do fígado grave;
  • Inflamação nos rins;
  • Inflamação das glândulas produtoras de hormônios;
  • Diabetes;
  • Reações cutâneas;
  • Reações graves no local de injeção.

Além disso, antes de fazer o tratamento, a pessoa deve informar o médico caso tenha alguma doença autoimune ou esteja a tomar medicamentos que suprimem o sistema imunológico, tenha câncer originário do sistema nervoso central, metástases cerebrais ativas ou câncer nos olhos, doença pulmonar intersticial, infiltração das meninges pelo câncer ou caso tenha um mieloma múltiplo e esteja a fazer tratamento com um medicamento análogo da talidomida com dexametasona.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de superdose deve-se procurar urgentemente socorro médico.

Composição

Cada mL contém:

Nivolumabe____________________________________10 mg

Excipientes_________________________________q.s.p. 1 mL

(Excipientes: Citrato de sódio di-hidratado, cloreto de sódio, manitol (E421), ácido pentético (ácido dietilenotriaminopentacético), polissorbato 80, hidróxido de sódio (para ajuste do pH), ácido clorídrico (para ajuste do pH) e água para injeção).

Laboratório

Bristol-Myers Squibb Farmacêutica S.A.

- SAC:  0800 727 6160

Dizeres legais:

Reg. MS – 1.0180.0408 | Responsável Técnico: Dra. Elizabeth M. Oliveira | CRF-SP nº 12.529

< Onglyza 5mg < Opdivo > Opti-free >
publicidade