Muricalm

Atualizado em: Agosto 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

Bronquite espática e tosse asmática de origem alérgica; rinite alérgica, conjuntivite, prurido; estados de excitação associados com essas afecções.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Hipersensibilidade ao pimetixeno ou a outros agentes anti-histamínicos.

Muricalm não deve ser dado a crianças com menos de 1 ano de idade.

Posologia

Como usar?

Recomenda-se o seguinte esquema posológico:
Solução oral (gotas):
A partir de 1 ano de idade:
1 gota por quilograma de peso corporal, 3 vezes ao dia.

Xarope:
Entre 1 e 5 anos de idade: 5 a 7,5 ml, 3 vezes ao dia.

Entre 5 e 10 anos de idade: 7,5 a 10 ml, 3 vezes ao dia.

Acima de 10 anos de idade: 10 a 15 ml, 3 vezes ao dia.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Sonolência; ocasionalmente excitação; raramente boca seca ou tontura.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Muricalm pode causar sedação, prejudicando portanto as reações do paciente; esse fator deve ser considerado quando a criança é exposta ao trânsito. Em pacientes diabéticos deve-se considerar o conteúdo de açúcar do xarope (0,55 g/ml).

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Relatou-se que a superdosagem aguda causa sedação ou excitação.

Podem também ocorrer efeitos anticolinérgicos, como boca seca, midríase ou taquicardia.

Tratamento: lavagem gástrica, administração de carvão ativado e terapia sintomática.

Composição

Solução oral - 1 ml (30 gotas) contém:
Pimetixeno 1 mg
Xarope - 5 ml (1 colher das de chá) contêm:
Pimetixeno 0,5 mg

Apresentação

Solução oral (gotas) frasco com 10 ml
Xarope frasco com 120 ml

Interações

Muricalm pode potencializar os efeitos dos sedativos, hipnóticos ou anti-histamínicos.

Venda

Venda sob prescrição médica

Propriedades

Como antamínico pluripotente, o pimetixeno exerce efeito inibitório sobre várias aminas biogênicas e outras substâncias mediadoras endógenas, que se acredita estarem envolvidas na patogênese da bronco-constrição alérgica, formas asmáticas da tosse e outras afecções alérgicas. Demonstrou-se que o pimetixeno inibe as ações da histamina, serotonina, acetilcolina e bradicinina. Possui também propriedades sedativas acentuadas que podem ser benéficas no tratamento de crianças com distúrbios alérgicos acompanhados de um estado de hiperexcitabilidade.

Laboratório

Novartis Biociências

- SAC: 0800 888 3003

< Mupirocina < Muricalm > Musculare >
publicidade