Lotensin

Atualizado em: Maio 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

O Lotensin é um remédio usado no tratamento da hipertensão arterial e no tratamento adjuvante da insuficiência cardíaca congestiva.

Posologia

Como usar?

Hipertensão

A dose inicial recomendada para pessoas que não estejam recebendo um diurético tiazídico é de 10 mg uma vez ao dia, que pode ser aumentada para 20 mg diários.

A dose deve ser ajustada de acordo com a resposta da pressão arterial, geralmente a intervalos de 1 a 2 semanas.

A dose diária máxima de Lotensin recomendada em pacientes hipertensos é de 40 mg, administrados em dose única ou em duas doses.

Para pessoas com clearance de creatinina < 30 ml/min,
a dose inicial é de 5 mg. A dose pode ser aumentada até 10 mg/dia.

Insuficiência cardíaca congestiva

A dose inicial recomendada é de 2,5 mg ao dia. A dose pode ser aumentada para 5 mg ao dia após 2 a 4 semanas, se os sintomas de insuficiência cardíaca não tiverem sido adequadamente aliviados, desde que a pessoa não tenha desenvolvido hipotensão sintomática ou outras reações adversas inaceitáveis. Dependendo da resposta clínica, a dose pode ser aumentada para 10 mg e finalmente para 20 mg ao dia, a intervalos de tempo apropriados.

Em pessoas com clearance de creatinina < 30 ml/min, a dose diária pode ser aumentada para 10 mg.

Veja como melhorar o efeito deste remédio.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso deste medicamento são palpitações e sintomas ortostáticos, distúrbios gastrintestinais, rash cutâneo, vermelhidão, prurido, fotossensibilidade, aumento da vontade de urinar, tosse, sintomas no trato respiratório, dor de cabeça, vertigens e cansaço.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este remédio é contraindicado em pessoas com hipersensibilidade conhecida ao benazepril ou às substâncias relacionadas.

Além disso, também não deve ser usado em grávidas e em pessoas com história de angioedema associada a tratamentos anteriores com inibidores da ECA.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Pode ocorrer angioedema, reações anafiláticas, hipotensão sintomática, agranulocitose, neutropenia, hepatite, insuficiência hepática, morbidade e mortalidade fetal e neonatal quando administrados a mulheres grávidas.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O Lotensin tem cloridrato de benazepril na sua composição, que atua inibindo a enzima conversora da angiotensina, provocando vasodilatação e consequentemente diminuição da pressão arterial.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Embora não haja relatos de superdosagem com lotensin, o principal sinal esperado é uma acentuada hipotensão.

Se a ingestão for recente, deve-se induzir o vômito. A hemodiálise também deve ser considerada em pessoas com superdosagem e insuficiência renal agravada, de modo a manter-se a eliminação normal. Em casos de hipotensão pronunciada, pode-se administrar solução salina normal endovenosa.

Composição

Cada comprimido revestido de Lotensin 5 mg contém:

Cloridrato de benazepril___________________________ 5 mg

Excipientes__________________________q.s.p. 1 comprimido

Cada comprimido revestido de Lotensin 10 mg contém:

Cloridrato de benazepril__________________________ 10 mg

Excipientes__________________________q.s.p. 1 comprimido

(Excipientes: dióxido de silício coloidal, celulose, óleo de rícino hidrogenado, lactose, amido de milho, polivinilpirrolidona, hidroxipropilmetilcelulose, óxido de ferro amarelo, polietilenoglicol, talco, dióxido de titânio).

Laboratório

Novartis Biociências

- SAC: 0800 888 3003

< Lotar < Lotensin > Lovastatina >
publicidade