Lixiana

Atualizado em: Abril 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

O Lixiana é um medicamento anticoagulante utilizado em adultos na prevenção de acidente vascular cerebral e de embolismo sistémico em pessoas com fibrilhação auricular não valvular. É utilizado em pessoas que apresentem um ou mais fatores de risco, como terem sofrido um AVC anteriormente, tensão arterial elevada, diabetes, insuficiência cardíaca ou terem idade igual ou superior a 75 anos.

Além disso, este remédio também pode ser utilizado no tratamento da trombose venosa profunda e da embolia pulmonar, e na prevenção da recorrência de TVP e embolia pulmonar.

Posologia

Como usar?

A dose recomendada é de 60 mg uma vez por dia. O tratamento é continuado enquanto o benefício for superior ao risco de hemorragia, o que depende da doença a ser tratada e de eventuais fatores de risco existentes.

As doses devem ser reduzidas para metade em pessoas com insuficiência renal moderada ou grave, ou peso corporal baixo, ou ainda em pessoas que estejam a tomar determinados medicamentos que podem interferir com a eliminação do Lixiana do organismo.

Podem ser necessários ajustes da dose em pessoas que alternam entre o Lixiana e outros medicamentos anticoagulantes.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos secundários mais frequentes associados ao Lixiana são hemorragias da pele e dos tecidos moles, hemorragias nasais e vaginais.

Além disso, pode ainda ocorrer anemia, erupção cutânea, coceira, dor de cabeça, tonturas, dor abdominal e alterações das análises da função hepática.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O uso do Lixiana está contraindicado em pessoas com hemorragias ativas, doenças hepáticas que afetam a coagulação sanguínea, tensão arterial alta grave não controlada ou com uma doença que os coloca num risco significativo de hemorragias.

Além disso, este medicamento está também contraindicado em mulheres grávidas ou a amamentarem ou ainda sujeitos a tratamento com um outro anticoagulante.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

O Lixiana não é indicado como monoterapia, já que pode resultar numa diminuição da eficácia.

O edoxabano aumenta o risco de hemorragia e pode causar hemorragias graves, potencialmente fatais e não é recomendado em pessoas com doença renal em fase terminal ou a fazerem diálise ou com compromisso hepático grave.

A segurança e eficácia de edoxabano não foram estabelecidas em mulheres grávidas ou que estejam a amamentar.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

A substância ativa do Lixiana, o edoxabano, é um inibidor do fator Xa, o que significa que bloqueia o fator Xa, uma enzima envolvida na produção de trombina, que é fundamental para a coagulação sanguínea.

Ao bloquear o fator Xa, o edoxabano reduz os níveis de trombina no sangue, o que ajuda a tratar os coágulos e a reduzir o risco da sua formação nas artérias e veias e de causarem trombose venosa profunda, embolia pulmonar, acidente vascular cerebral ou outras lesões nos órgãos.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

A sobredosagem com edoxabano pode originar hemorragia. A experiência com casos de sobredosagens é muito limitada.

Composição

Cada comprimido de Lixiana contém:

Edoxabano_____________________________________30 mg

Excipientes__________________________q.s.p. 1 comprimido

(Excipientes: Manitol (E421) Amido pré-gelificado Crospovidona Hidroxipropilcelulose Estearato de magnésio (E470b), Hipromelose (E464) Macrogol 8000 Dióxido de titânio (E171) Talco Cera de carnaúba Óxido de ferro vermelho (E172)).

Laboratório

.

< Livalo < Lixiana > Loceryl Esmalte >
publicidade