Lioresal 10 mg

publicidade

Indicação

Para que serve?

O Lioresal é um remédio indicado para reduzir e aliviar a rigidez excessiva e os espasmos musculares que podem ocorrer em várias condições, como acontece na esclerose múltipla, doenças ou lesões na medula óssea e certas condições cerebrais.

Posologia

Como usar?

O tratamento com Lioresal deve ser iniciado com uma dose de 15 mg por dia, de preferência dividida em 2 a 4 doses. Esta dose deve ser aumentada com cautela, 15 mg por dia, em intervalos de 3 dias, até que a dose diária necessária seja atingida.

Em pessoas que podem ser mais sensíveis ao tratamento, deve-se inciar com uma dose mais baixa, com cerca de 5 a 10 mg diários e elevar a dose de uma forma mais gradual.

A dose ótima geralmente varia entre 30 e 80 mg por dia, embora em pacientes hospitalizados, podem ser administradas doses diárias entre 100 a 120 mg, em ambiente hospitalar.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com Lioresal são torpor, sonolência, náuseas, cansaço, tonturas, dor de cabeça, insônia, fraqueza dos membros, dor nos músculos, movimento incontrolável dos olhos, boca seca, distúrbios do trato digestivo, vômitos, prisão de ventre, diarreia, suor excessivo, urina excessiva e perda involuntária de urina durante a noite.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este medicamento não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes presentes na fórmula.

Além disso, também não deve ser usado em grávidas ou mulheres que estejam a amamentar.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

O Lioresal deve ser usado com cautela em pessoas com doença de Parkinson ou alguma doença mental acompanhada por confusão ou depressão, epilepsia, úlcera no estômago ou no intestino, problemas respiratórios, doença no fígado, distúrbios de circulação sanguínea no cérebro ou doença renal.

Antes de tomar Lioresal, a pessoa deve informar o médico caso esteja a tomar medicamentos para artrite ou dor, caso tenha dificuldade em urinar ou se sofrer de diabetes.

Como este medicamento pode causar sintomas como tonturas, sonolência ou perturbação visual, não se deve dirigir veículos ou operar máquinas durante o tratamento.

Antes de iniciar o tratamento com Lioresal, o médico deve ser informado acerca de qualquer medicamento que a pessoa esteja a tomar.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O Lioresal tem na sua composição baclofeno, que exerce uma ação relaxante muscular.

O baclofeno é um antiespástico de ação medular altamente eficaz. Deprime a transmissão do reflexo monossináptico e polissináptico através da estimulação dos receptores GABAB e esta estimulação, por sua vez, inibe a liberação dos aminoácidos excitatórios, glutamato e aspartato, conduzindo a um relaxamento do músculo.

Este medicamento melhora a habilidade da pessoa para se movimentar, relaxando os músculos e aliviando a dor, tornando mais fácil a realização das suas atividades diárias.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de superdosagem, deve-se ir imediatamente ao médico.

Composição

Cada comprimido de Lioresal contém:

Baclofeno______________________________________10 mg

Excipientes__________________________q.s.p. 1 comprimido

(Excipientes: amido, celulose microcristalina, povidona, dióxido de silício e estearato de magnésio).

Laboratório

Novartis Biociências

- SAC: 0800 888 3003

Dizeres legais:

MS – 1.0068.0059 | Farm. Resp.: Flavia Regina Pegorer – CRF-SP 18.150

< Linfogex < Lioresal 10 mg > Lipiblock >
publicidade