Limbitrol cápsulas

publicidade

Indicação

Para que serve?

Limbitrol em cápsulas é indicado para o tratamento da depressão associada à ansiedade e tristeza.

Posologia

Como usar?

A dose recomendada varia entre as 2 e a 6 cápsulas por dia, de acordo com a necessidade e indicações dadas pelo médico.

A dose recomendada e a duração do tratamento com Limbitrol devem ser indicadas pelo seu médico, pois dependem da gravidade do problema a tratar e da resposta de cada paciente ao tratamento.

As cápsulas de Limbitrol devem ser engolidos inteiros, juntamente com um copo de água, sem partir ou mastigar.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Limbitrol podem incluir boca seca, prisão de ventre, taquicardia ou problemas de visão.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Limbitrol está contraindicado para mulheres grávidas ou amamentando, pacientes com glaucoma, pacientes em recuperação do infarto agudo do miocárdio e para pacientes com alergia ao clordiazepóxido, à amitriptilina ou a algum dos componentes da fórmula.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Limbitrol é composto por clordiazepóxido e amitriptilina, compostos que atuam no sistema nervoso central melhorando o humor, aumentando a iniciativa e reduzindo a reduz ansiedade e a tensão psíquica.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Limbitrol, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando, tiver mais de 65 anos, tiver miastenia grave, história de epilepsia, problemas ou doenças graves nos rins ou fígado, estiver em tratamento com outros antidepressivos, tiver esquizofrenia ou distúrbios esquizo-afetivos ou se estiver a tomar outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Durante o tratamento com Limbitrol deve tomar especial cuidado ao dirigir veículos ou máquinas, pois este medicamento pode prejudicar a concentração ou causar problemas de visão.

O tratamento com Limbitrol nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Limbitrol, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento.

Composição

Limbitrol por cada cápsula contém:

Clordiazepóxido _________________________________ 5 mg
Cloridrato amitriptilina __________________________ 12,5 mg
Excipientes _________________________________ 1 cápsula

(Excipientes: lactose monoidratada, amido, talco e estearato de magnésio – cápsula de gelatina, corante azul brilhante FD&C nº01, corante amarelo FD&C nº06, dióxido de titânio, óxido de ferro amarelo).

Interações Medicamentosas

Limbitrol não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como cimetidina, remédios para tireoide, estrógenos, anticoncepcionais orais, neurolépticos, tranquilizantes, antidepressivos, hipnóticos, analgésicos, anestésicos ou juntamente com remédios para baixar a tensão.

Laboratório

Valeant Farmacêutica do Brasil Ltda.

- SAC: 0800 16 6116 

Outros remédios para o tratamento da depressão com ansiedade podem ser Sertralina, Espran ou Citalopram.

Dizeres Legais:

Ms: 1.0575.0044
Farm. Resp.: Andréia Marini

< Lidospray 10% < Limbitrol cápsulas > Lincomicina >
publicidade