Klaritril



Indicação

Para que serve?

Klaritril comprimidos de 500 mg é um antibiótico usado no tratamento de vários tipos de infecções causadas por bactérias sensíveis à claritromicina, como faringites, amigdalites, sinusite, bronquite crónica, pneumonia ou infecções de pele e tecidos moles.

Poderá também ser usado em conjunto com inibidores da secreção ácida, para diminuir o número de crises associadas a úlceras gástricas.

Posologia

Como usar?

Este medicamento, é normalmente tomado fazendo meio comprimido de 500 mg, por via oral, de 12 em 12 horas, ou no caso de infecções mais graves 500 mg (comprimido inteiro), durante 6 a 14 dias.

Deve ingerir-se Klaritril comprimidos, de preferência, sem alimentos no estômago uma vez que a ingestão de alimentos, poderá atrasar o início da absorção e da ação da claritromicina.

Em casos de pessoas com infecções localizadas ou disseminadas causadas por micobactérias, a dose recomendada para o tratamento é de 500 mg, duas vezes ao dia.

Se após 3 a 4 semanas de tratamento, não se tiver conseguido tratar a infecção, deverá ser aumentada a dose para 1000 mg duas vezes ao dia. O tratamento com a claritromicina deve continuar pelo tempo até que se consiga resolução total da situação.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos mais frequentes são náuseas, vômitos, indigestão ou desconforto após comer, diarréias e dores de barriga e/ou estômago.

Menos frequentemente, poderão também surgir, aumento dos batimentos cardíacos, dores de cabeça, alterações no paladar, ou ainda alterações das enzimas do fígado no exame de sangue.

Poderá surgir uma doença causada pela inflamação do intestino, devido à produção de toxinas de uma bactéria, provocando diarreias intensas de cheiro fétido, febre e dor abdominal.

Inchaço e descoloração da língua, aftas, e aparecimento de sapinhos, e reacções alérgicas, perda de audição e alterações de cheiro e sabor, são também algumas reacções possíveis.

Sintomas como tonturas, vertigens, ansiedade, dificuldades em dormir, pesadelos, zumbidos, confusão, alucinação, foram também relatados mas não está confirmado que sejam directamente provocados por este medicamento.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

O uso de Klaritril comprimidos de 500 mg está contra-indicado no tratamento de pessoas com alergia aos antibióticos do grupos macrolídeos, insuficiência do fígado e do rim em simultâneo e com diminuição dos níveis de cálcio no sangue.

Não deve recorrer-se à utilização de Klatril comprimidos de 500 mg, em pessoas com problemas de coração e/ou que estejam a tomar outros medicamentos que também causem alterações na frequência dos batimentos deste orgão.

Não é recomendado o uso deste antibiótico em comprimidos em crianças com idade inferior a 12 anos.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Klaritril comprimidos de 500 mg é um antibiótico que se chama claritromicina e que pertence a um grupo de antibióticos conhecidos por macrolídeos.

Estes antibióticos, actuam impedindo as bactérias de se multiplicarem e continuarem a causar infecção no organismo.

Destina-se a ser ingerido pela boca e depois irá distribuído pelo organismo, acumulando-se nos tecidos e liquídos corporais onde irá exercer a sua função de tratar a infecção.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Em pessoas com problemas de fígado ou de rim, este medicamento deverá ser usado com cuidado e no caso de haver necessidade de se tratar uma infecção com este medicamento, em alguém com problemas, moderado ou grave, de rim, a dose deve ser reduzida para metade (até 250mg uma vez ao dia ou, em infecções graves, 250mg duas vezes ao dia) e não deverá prolongar-se além de 14 dias.

No caso de surgirem efeitos causados pela inflamação intestinal com diarrreias intensas e de mau cheiro deverá interromper-se a administração deste medicamento e em casos moderados e/ou graves, terão de ser tomadas medidas adqueadas.

Durante o tratamento com este antibiótico, poderão surgir infecções causadas por outras bactérias e/ou por fungos. No caso de isto acontecer, o médico irá interromper este tratamento, para resolver esta infecção.

O tratamento de mulheres grávidas com este medicamento deverá ser cuidadosamente avaliado pelo médico, principalmente nos três primeiros meses de gravidez.

Não está devidamente comprovada a segurança da utilização deste medicamento em mães que estejam a amamentar e também em crianças com menos de 6 meses de idade.

Klaritil é um antibiótico?

Este medicamento é um antibiótico pertencente ao grupo de antibióticos macrolídeos, e tem o nome de claritromicina.

Por se tratar de um antobiótico, a sua ingestão deverá ser sempre feita da forma indicada pelo médico, isto é deverá ser rigorosamente respeitada a hora da toma e a duração do tratamento.

Não deverá ser interrompido o uso do Klaritril sem terminar a duração de tratamento inicalmente prevsita só porque se melhorou dos sintomas, uma vez que a infecção poderá melhorar mas a bactéria ainda não ter sido totalmente eliminada.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em casos de ingestão de doses superiores às recomendadas de Klaritril, poderão ocorrer sintomas gastrintestinais, como diarreais, enjôos e vómitos.

Nestes casos deve-se ir de imediato ao hospital para que se proceda à eliminação da quantidade excessiva do medicamento, normalmente por "lavagem" do estômago.

Composição

Cada comprimido revestido de 500 mg contém:

Claritromicina__________________________________500mg
Excipientes_______________________________1comprimido

(Excipientes: amido de milho, estearato de magnésio, celulose microcristalina, dióxido de silício, ácido esteárico, povidona, croscarmelose sódica, opadry, álcool etílico,
água purificada, corante amarelo de tartrazina).

Laboratório

Indústria Brasileira

Dizeres legais:

M.S. 1.4107.0041

Farm. Resp.: Domingos J. S. Iannotti - CRF/MG-10645

< Kindpasm < Klaritril > Klispel >
publicidade