Itraconazol

Atualizado em: Maio 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

O Itraconazol cápsula é indicado no tratamento de infecções fúngicas, também conhecidas por micoses dos olhos, boca, unhas, pele, vagina e órgãos internos.

Posologia

Como usar?

O itraconazol deve ser administrado imediatamente após uma refeição para que todo o medicamento seja absorvido.

  • Candidíase vaginal: 200 mg, o que equivale a 2 cápsulas de manhã e à noite, durante 1 dia;
  • Ptiaríase versicolor: 200 mg, o que equivale a 2 cápsulas, uma vez ao dia, durante 5 dias;
  • Tínea corporis e Tínea cruris: 100 mg, o que equivale a 1 cápsula ao dia, durante 15 dias;
  • Tínea perdis e Tínea manuum: 100 mg, o que equivale a 1 cápsula ao dia, durante 15 dias.

Nos casos com lesões nas regiões altamente queratinizadas, como palma das mãos e planta dos pés, recomenda-se um tratamento adicional por mais 2 semanas.

  • Candidíase oral: 100 mg, o que equivale a 1 cápsula ao dia, durante 15 dias;
  • Ceratite micótica: 200 mg, o que equivale a 2 cápsulas, 1 vez ao dia, durante 15 dias;
  • Onicomicose -Tratamento contínuo: 200 mg, o que equivale a 2 cápsulas, uma vez ao dia, durante 3 meses.

Em micoses sistêmicas, as recomendações posológicas variam de acordo com a infecção tratada:

  • Aspergilose: 200 mg, o que equivale a 2 cápsulas, 1 vez ao dia, durante 2 a 5 meses. Aumentar a dose para 200 mg, 2 vezes ao dia em caso de doença invasiva ou disseminada.
  • Candidíase: 100 a 200 mg, o que equivale a 1 a 2 cápsulas, uma vez ao dia, durante 3 semanas a 7 meses. Aumentar a dose para 200 mg, duas vezes ao dia em caso de doença invasiva ou disseminada
  • Criptococose não meningeana: 200 mg, o que equivale a 2 cápsulas, uma vez ao dia, de 2 meses a 1 ano. A terapida de manutenção em casos meníngeos é de 200 mg, o que equivale a 2 cápsulas, uma vez ao dia.
  • Meningite criptocócica: 200 mg, uma vez ao dia, de 2 meses a 1 ano. Terapia de manutenção: 200 mg, uma vez ao dia.
  • Histoplasmose: 200 mg, uma vez ao dia ou 200 mg duas vezes ao dia, durante 8 meses.
  • Esporotricose: 100 mg, durante 3 meses.
  • Paracoccidioidomicose: 100 mg, durante 6 meses.
  • Cromomicose: 100 a 200 mg, duas vezes ao dia, durante 6 meses.
  • Blastomicose: 100 mg, uma vez ao dia ou 200 mg, duas vezes ao dia, durante 6 meses.

Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterais que podem ocorrer com o tratamento com itraconazol são dor de cabeça, queda de cabelo, tonturas, enjoo e vômito, fraqueza muscular, desconforto gástrico, dor abdominal, diarreia, prisão de ventre, distúrbios menstruais e alergia.

Deve-se informar imediatamente o médico se ocorrer falta de ar, aumento de peso inesperado, inchaço das pernas, fadiga não usual ou caso se comece a acordar durante a noite.

Além disso, pode ainda ocorrer falta de apetite, náusea, vômito, cansaço, fraqueza muscular, dor abdominal, icterícia, urina muito escura e fezes claras.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este medicamento não deve ser utilizado or pessoas com alergia conhecida ao itraconazol ou a qualquer um dos componentes do medicamento.

Além disso, também não deve ser usado em grávidas ou lactantes, exceto em casos estabelecidos pelo médico conforme a necessidade do tratamento.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

O Itraconazol só deve ser utilizado por crianças em casos excepcionais, prescritos pelo médico.

O médico deve ser informado caso a pessoa tenha algum problema de fígado ou renal, pois pode ser necessário adaptar a dose do itraconazol e em casos em que o tratamento dure mais de um mês.

Caso ocorra qualquer sensação incomum de formigamento, dormência ou fraqueza nas mãos ou pés durante o tratamento, deve-se informar o médico imediatamente.

Devido ao fato do itraconazol cápsula permanecer no organismo durante algum tempo após o término do tratamento, o método anticoncepcional deve ser utilizado até o próximo ciclo menstrual depois da interrupção do itraconazol cápsula.

Os antiácidos devem ser tomados somente duas horas após a ingestão do itraconazol cápsula para garantir acidez estomacal suficiente para a absorção do medicamento.

Deve-se informar o médico acerca dos medicamentos que se estão a usar.

Interações Medicamentosas

Os medicamentos abaixo não devem ser utilizados enquanto se estiver utilizando itraconazol em cápsulas:

  • Certos medicamentos para alergia, como terfenadina, astemizol e mizolastina.
  • Cisaprida, um medicamento utilizado para certos problemas digestivos.
  • Certos medicamentos que reduzem o colesterol, como sinvastatina e lovastatina.
  • Certos comprimidos para dormir, como midazolam e triazolam.
  • Pimozida e sertindol, medicamentos para distúrbios psicóticos.
  • Levacetilmetadol, um medicamento usado no tratamento da dependência a opioides.
  • Alcaloides derivados do Ergot, como diidroergotamina e ergotamina, usados no tratamento da enxaqueca.
  • Alcaloides derivados do Ergot, como ergometrina e metilergometrina uterina após o parto.
  • Certos medicamentos utilizados no tratamento de irregularidades do batimento cardíaco, como quinidina e dofetilida.

Alguns medicamentos possuem a capacidade de diminuir a ação do itraconazol cápsula, como os medicamentos utilizados no tratamento da epilepsia, como carbamazepina, fenitoína e fenobarbital e tuberculose, como rifampicina, rifabutina e isoniazida. A utilização de itraconazol cápsula com outros medicamentos pode exigir uma adequação na dose do itraconazol ou dos outros medicamentos que estão sendo utilizados concomitantemente.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O itraconazol inibe a formação da membrana celular dos fungos ocasionando a sua morte, porém, a lesão desaparece junto com o crescimento da pele sadia.

As lesões das unhas desaparecem apenas 6 a 9 meses após o final do tratamento pois o itraconazol cápsula apenas mata o fungo, havendo necessidade da unha crescer para a cura ser observada.

Caso não se observe melhora da lesão durante o tratamento, não é caso para preocupação, pois o medicamento permanece na unha por vários meses exercendo seu efeito.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Se for tomada uma grande quantidade do medicamento acidentalmente, deve-se procurar um médico imediatamente.

Composição

Cada cápsula contém:

Itraconazol____________________________________100 mg

Excipientes_____________________________q.s.p. 1 cápsula

(Excipientes: hipromelose, sacarose e eudragit E 100)

Laboratório

Prati, Donaduzzi & Cia Ltda.

- SAC: 0800 709 9333 

Dizeres Legais:

M.S. 1.2568.0170 | Farmacêutico Responsável: Dr. Luiz Donaduzzi - CRF-PR 5842 | SAC: 0800 709 9333

< Isordil < Itraconazol > Iumi >
publicidade