Inflamax

publicidade

Indicação

Para que serve?

O Inflamax está indicado para o tratamento de afecções reumáticas inflamatórias e degenerativas, como artrite reumatóide, espondilite ancilosante, osteoartrose e espondilartrites.

Além disso, também pode ser usado nas afecções dolorosas da coluna vertebral, reumatismo extra-articular, crises agudas de gota, inflamação e dor nos estados pós-traumáticos, pós-operatórios e após cirurgias dentárias, condições dolorosas e inflamatórias em ginecologia e tratamento sintomático de dismenorréia primária.

Posologia

Como usar?

Em adultos, a dose inicial é de 1 comprimido de 50 mg, 3 vezes ao dia e em casos mais leves, bem como para o tratamento de manutenção, 1 comprimido de 50 mg, 2 vezes ao dia é, em geral, suficiente. No tratamento de dismenorréia primária a posologia diária é de 50 a 200 mg, adaptada a cada caso.

Para crianças com peso acima de 25 quilogramas, a dose recomendada é de 2,0 a 3,0 mg/kg de peso corporal por dia.

O tratamento deve iniciar-se com o aparecimento dos primeiros sintomas e, de acordo com a intensidade, prolongar-se por alguns dias. Os comprimidos devem ser ingeridos sem mastigar antes das refeições, acompanhados de um copo de água.

Veja o que fazer para evitar que os anti-inflamatórios irritem o estômago.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterais que podem ocorrer com o uso deste medicamento são epigastralgia, náuseas, vômitos, diarréia, dor de cabeça, tontura, vertigem, reações exantemáticas e erupções cutâneas.

Embora seja mais raro, podem também ocorrer fenômenos de sangramento gastrintestinal, úlcera péptica, sonolência, urticária, distúrbios da função hepática, incluindo hepatite com ou sem icterícia, edema, reações de hipersensibilidade, tinido, insônia, irritabilidade, convulsões, eritema multiforme, síndrome de Stevens-Johnson e Lyell, síndrome nefrótica, trombocitopenia, agranulocitose, anemia aplástica e anemia hemolítica.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este remédio não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade ao diclofenaco sódico, com úlcera péptica e pessoas nos quais crises de asma, urticária e rinite aguda são precipitadas pelo ácido acetilsalicílico ou outras drogas inibidoras da prostaglandina sintetase.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Deve-se ter cautela ao usar este medicamento em pessoas com distúrbios gastrintestinais, história que sugira ulceração gastrintestinal, colite ulcerativa, doença de Crohn, bem como em pacientes com insuficiência hepática grave, comprometimento das funções cardíaca ou renal, pacientes tratados com diuréticos e naqueles em recuperação de longas cirurgias.

Recomenda-se também cautela ao utilizar o diclofenaco em idosos, devendo-se levar em conta as condições clínicas destes pacientes. Durante o tratamento prolongado com o produto, recomenda-se proceder à contagem de células sanguíneas e monitorização das funções hepáticas e renais.

O Inflamax somente deve ser usado durante a lactação e a gravidez quando houver indicação médica, utilizando-se a menor dose eficaz. Essa orientação aplica-se particularmente, aos três últimos meses de gestação, pela possibilidade de ocorrer inércia uterina e/ou fechamento prematuro do canal arterial.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

O tratamento de intoxicação aguda com o diclofenaco sódico consiste essencialmente em medidas sintomáticas e de suporte.

As medidas terapêuticas a serem tomadas em caso de superdosagem são lavagem gástrica e tratamento com carvão ativado, tão cedo quanto possível para ajudar a evitar a absorção.

Tratamento sintomático e de suporte deve ser administrado em casos de complicação, tais como hipotensão, insuficiência renal, convulsões, irritação gastrintestinal e depressão respiratória.

Composição

Cada comprimido de Inflamax contém:

Diclofenaco sódico_______________________________50 mg

Excipiente___________________________q.s.p. 1 comprimido

(Excipientes: lactose mono-hidratada, povidona, celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio, dióxido de silício coloidal, estearato de magnésio, álcool etílico, talco, corante amarelo crepúsculo laca alumínio nº 6 (CI 15985:1), corante óxido de ferro marrom, dióxido de titânio, copolímero de ácido metacrílicoetilacrilato (1:1) dispersão a 30%, hidróxido de sódio, álcool isopropílico, macrogol, polisorbato 80, simeticona a AF 30%, trietilcitrato).

Laboratório

Lab. Farmacêutico Elofar Ltda.

SAC: 0800-600-1344

< Infanrix - DTPa < Inflamax > Inflamene >
publicidade