Indapamida

Atualizado em: Fevereiro 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

A Indapamida é indicada no tratamento da hipertensão arterial essencial.

Posologia

Como usar?

Os comprimidos devem ser tomados com água e não devem ser mastigados.

A posologia de Indapamida é de um comprimido ao dia, de preferência pela manhã.

Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

A maior parte dos efeitos adversos relacionados aos parâmetros clínicos e laboratoriais são dose dependentes.

Os efeitos colaterais mais comuns provocados pela Indapamida são reações de hipersensibilidade, principalmete na pele, como erupções maculopapulares e púrpura.

Com menos frequência pode também ocorrer trombocitopenia, hipocalemia,hiponatremia, hipovolemia, leucopenia, agranulocitose, anemia aplástica, anemia hemolítica, vertigem, fadiga, dor de cabeça, parestesia, arritmia, hipotensão, náuseas, prisão de ventre, secura na boca, pancreatite, alteração na função hepática e aumento nos níveis plasmáticos de ácido úrico e glicose.

Contraindicações

Quando não devo usar?

A indapamida é contraindicada em pessoas com hipersensibilidade às sulfonamidas ou a qualquer um dos excipientes, com insuficiências hepática ou renal graves com encefalopatia hepática ou com hipocalemia.

Não deve ser utilizado durante a gravidez e a amamentação excepto sob orientação médica.

Este medicamento é contraindicado para crianças.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Em caso de insuficiência hepática, os diuréticos trazídicos podem causar uma encefalopatia hepática. Neste caso, a administração do diurético deve ser suspensa imediatamente.

Devido à presença de lactose este medicamento é contraindicado em casos de galactosemia congênita, síndrome de má absorção da glicose e galactose ou deficiência de lactase.

Em casos de natremia ou calemia esta deve ser avaliada antes de iniciar o tratamento e depois em intervalos regulares.

Risco de desidratação e hipotensão súbita ou insuficiência renal aguda quando se inicia um tratamento com um inibidor da ECA nos pacientes com depleção sódica pré-existente.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

A Indapamida é um diurético que aumenta a quantidade de urina produzida pelos rins.

Este remédio age no controle da pressão arterial, através de um mecanismo vascular, com a sua manuteção dentro dos limites fisiológicos. A atividade antihipertensiva da Indapamida é máxima na primeira hora após a administração de uma dose única e é mantida por no mínimo 24 horas.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

A superdosagem com este medicamento pode provocar náusea, vômito, hipotensão, cólica, vertigem, sonolência, confusão mental, poliúria ou oligúria, podendo chegar a anúria.

O tratamento de urgência consiste na eliminação rápida dos produtos ingeridos através de lavagem gástrica e/ou administração de carvão ativo, seguida da normalização do equilíbrio hidroeletrolítico em um centro especializado.

Composição

Cada comprimido revestido de liberação prolongada de Indapamida contém:

Indapamida___________________________________ 1,5 mg

Excipientes q.s.p___________________________1 comprimido

(Excipientes: lactose, povidona, dióxido de silício, estearato de magnésio, hipromelose, dióxido de titânio, talco, álcool polivinílico, macrogol e água purificada).

Laboratório

EMS

SAC: 0800 191914.

Dizeres Legais:

Reg. MS: nº 1.0235.1040 | Farm.Resp.: Dr. Ronoel Caza de Dio - CRF-SP nº 19.710

< Incontinol < Indapamida > Inderal >
publicidade