Gencitabina

Gencitabina | Atualizado em: Julho 2018



publicidade

Indicação

Para que serve?

A gencitabina é um remédio indicado para o tratamento de pessoas com câncer de bexiga e adenocarcinoma do pâncreas, localmente avançado ou metastático.

É também indicado para pacientes com câncer pancreático refratário ao 5-Fluorouracil.

Este remédio isolado ou em combinação com a cisplatina é indicado como tratamento de primeira linha de pacientes com câncer de pulmão de células não pequenas localmente avançado ou metastático. Em combinação ao paclitaxel, é indicado para o tratamento de pacientes com câncer de mama irressecável, metastático ou localmente recorrente, que recidivou após quimioterapia adjuvante/neoadjuvante.

O tratamento quimioterápico prévio deve ter incluído uma antraciclina, a menos que esta tenha sido clinicamente contraindicada.

Posologia

Como usar?

A gencitabina deve ser administrada na veia por um profissional de saúde, sendo a dose recomendada dependente da doença a tratar, que é a seguinte:

Câncer de bexiga:

  • Uso isolado: A dose recomendada é de 1.250 mg/m2, administrada por infusão intravenosa de 30 minutos, nos dias 1, 8 e 15 de cada ciclo de 28 dias. Este ciclo de quatro semanas é, então, repetido.
  • Uso combinado: A dose recomendada é de 1.000 mg/m2, administrada por infusão intravenosa de 30 minutos, nos dias 1, 8 e 15 de cada ciclo de 28 dias em combinação com cisplatina. Este ciclo de quatro semanas é então repetido.

Câncer pancreático:

A dose recomendada é de 1.000 mg/m2 administrada por infusão intravenosa de 30 minutos e deve ser repetida uma vez por semana, até sete semanas, seguido por um período de descanso de uma semana. Ciclos subsequentes devem consistir de injeções semanais por três semanas consecutivas, seguidas de uma semana de descanso.

Câncer de Pulmão de Células Não Pequenas:

  • Uso isolado: A dose recomendada é de 1.000 mg/m2 administrada por infusão intravenosa de 30 minutos e deve ser repetida uma vez por semana durante três semanas, seguido por um período de descanso de uma semana. Este ciclo de quatro semanas é, então, repetido.
  • Uso combinado: gencitabina em combinação com a cisplatina foi investigada usando dois regimes de dose. Um regime usou um esquema de três semanas e o outro de quatro semanas. O esquema de três semanas usou gencitabina 1.250 mg/m2, administrada por infusão intravenosa de 30 minutos, nos Dias 1 e 8 de cada ciclo de 21 dias. O esquema de quatro semanas usou gencitabina 1.000 mg/m2, administrada por infusão intravenosa de 30 minutos, nos Dias 1, 8 e 15 de cada ciclo de 28 dias.

Câncer de mama:

Em combinação ao paclitaxel é recomendado usando-se paclitaxel 175 mg/m2, administrado no Dia 1 por infusão intravenosa de aproximadamente 3 horas, seguido por gencitabina 1.250 mg/m2 , por infusão intravenosa de 30 minutos nos Dias 1 e 8 de cada ciclo de 21 dias.

Em todos os casos anteriores, a redução da dose em cada ciclo ou dentro do ciclo pode ser aplicada baseada na toxicidade experimentada pelo paciente.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso de gencitabina são anormalidades nos testes de função hepática, náusea e náusea acompanhada de vômito, hematúria e proteinúria leves, erupção cutânea, frequentemente associada com coceira, geralmente leve, sintomatologia semelhante à da gripe, febre, dor de cabeça, calafrios, mialgia, cansaço e anorexia, inchaço generalizado e hipotensão.

Embora seja mais raro, pode também ocorrer anemia, leucopenia e trombocitopenia, neutropenia febril, diarreia e estomatite, dispneia, queda de cabelo, tosse, rinite, mal-estar e sudorese.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este medicamento é contraindicado em pessoas com hipersensibilidade conhecida à gencitabina ou a qualquer um dos excipientes presentes na fórmula.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

O uso de gencitabina deve ser evitado em mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Foi relatado que a gencitabina causa sonolência leve a moderada, por isso, os pacientes devem ser alertados para não dirigirem ou operarem máquinas até que se estabeleça que não estão sonolentos.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de superdosagem, a pessoa deve ser assistida imediatamente.

Composição

Cada frasco-ampola de Gemcit 200 mg contém:

Cloridrato de gencitabina_______________________227,7 mg*

*equivalente a 200 mg de gencitabina base

Excipientes_____________________________q.s.p. 440,0 mg

(Excipientes: acetato de sódio tri-hidratado, manitol).

Cada frasco-ampola de Gemcit 1 g contém:

Cloridrato de gencitabina_______________________1,1385 g*

*equivalente a 1 g de gencitabina base

Excipientes________________________________q.s.p. 2,2 g

(Excipientes: acetato de sódio tri-hidratado, manitol).

Laboratório

Sandoz do Brasil Indústrias Farmacêutica Ltda.

SAC: 0800 4009192

Dizeres legais:

Reg. M.S.: 1.0047.0408 | Farm. Resp.: Claudia Larissa S. Montanher CRF-PR nº 17.379

< Gelol spray < Gencitabina > Gentamicina >
publicidade