Flomicin

Atualizado em: Abril 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

O Flomicin está indicado como adjuvante no tratamento da diarreia produzida por Clostridium difficile, por antibioticoterapia ou quimioterapia, e na restauração da flora intestinal fisiológica.

Posologia

Como usar?

Flomicin em pó:

O Flomicin em pó deve ser diluído em líquidos ou alimentos semissólidos, que não estejam quentes ou gelados, assim como a bebidas alcoólicas.

Para crianças pequenas, o Flomicin pode ser administrado em mamadeiras. O preparado deve ser administrado, de preferência, em jejum ou 30 minutos antes das refeições.

Nas alterações agudas da flora intestinal e na diarreia por Clostridium difficile a dose recomendada é de 1 envelope, 2 vezes ao dia.

Nas alterações crônicas da flora intestinal a dose recomendada é de 1 envelope, 1 vez ao dia.

Flomicin em cápsulas:

As cápsulas devem ser ingeridas inteiras, sem mastigar, com um pouco de líquido. Em caso de necessidade, abrir as cápsulas e misturar seu conteúdo a líquidos ou alimentos semissólidos que não estejam quentes ou gelados, assim como a bebidas alcoólicas.

O preparado deve ser administrado, de preferência, em jejum ou 30 minutos antes das refeições.

Nas alterações agudas da flora intestinal e na diarreia por Clostridium difficile a dose recomendada é de 2 cápsulas, 2 vezes ao dia.

Nas alterações crônicas da flora intestinal, a dose recomendada é de 1 cápsula, 2 vezes ao dia.

A posologia pode ser alterada a critério médico. Na maioria dos casos, são suficientes três dias de tratamento.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso deste medicamento são sede e prisão de ventre.

Em algumas crianças ou lactentes, pôde-se verificar o odor de fermento nas fezes, sem qualquer significado nocivo.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O Flomicin é contraindicado para pacientes com hipersensibilidade ao Saccharomyces boulardii-17 ou aos demais componentes da fórmula.

Este remédio não deve ser usado por pessoas que estejam tomando fungicidas ou fungistáticos, porque podem inativar o Saccharomyces boulardii-17, reduzindo ou anulando o efeito terapêutico do produto.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Por ser um produto que não é absorvido pelo organismo, desconhecem-se restrições ao seu uso, podendo ser usado também por gestantes, mulheres que estejam amamentando e lactentes.

Este produto não pode ser ingerido juntamente com bebidas alcoólicas.

Para evitar qualquer colonização em pacientes com cateter venoso central, é necessário especial cautela ao lidar com estes pacientes, como lavar as mãos, usar luvas e não abrir o produto muito próximo destes pacientes.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Saccharomyces boulardii é uma levedura não tóxica e não transmissível cujo mecanismo de ação específico compreende efeito biorregulador sobre a flora intestinal e sobre as enzimas dissacaridases.

Composição

Cada grama do pó contém:

Saccharomyces boulardii-17 liofilizado_______________200mg

Excipientes q.s.p___________________________________1g

(Excipientes: lactose, essência de uva, sacarose e sacarina sódica)

Cada cápsula dura contém:

Saccharomyces boulardii-17 liofilizado_______________100mg

Excipientes q.s.p__________________________1 cápsula dura

(Excipientes: dióxido de silício, lactose e sacarose)

Laboratório

.

Dizeres legais:

Registro M.S. nº 1.5584.0458 | Farm. Responsável: Dr. Marco Aurélio Limirio G. Filho - CRF-GO nº 3.524

< Flogo-Rosa pó < Flomicin > Floratil >
publicidade