Fampridina

publicidade

Indicação

Para que serve?

Fampridina é indicada para o tratamento da dificuldade em andar associada à esclerose múltipla, em adultos.

Posologia

Como usar?

A dose recomendada de Fampridina para adultos é de 1 comprimido, de 12 em 12 horas, de preferência administrado de manhã e à noite.

Os comprimidos de Fampridina, devem ser sempre engolidos com um copo de água sem partir, dissolver ou mastigar.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Fampridina incluem infeção do aparelho urinário, perda de equilíbrio, tontura, dor de cabeça, sensação de fraqueza e cansaço, dificuldade em dormir, ansiedade, tremor, formigamento e dormência, dor de garganta, falta de ar, náusea, vômito, prisão de ventre, mal-estar no estômago e dor de costas.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Fampridina está contraindicado para crianças com menos de 18 anos de idade, pacientes com historial de convulsões, problemas de rins, para pacientes que estejam a tomar outros medicamentos contendo Cimetidina ou Fampridina e para pacientes com alergia à Fampridina ou a outros componentes da fórmula.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

Fampridina é um medicamento que ajuda e melhora a marcha, em casos onde a esclerose múltipla provocou perturbações na marcha. A inflamação causada pela esclerose múltipla, destrói muitas vezes a bainha protetora que envolve os nervos, o que conduz à fraqueza dos músculos, rigidez muscular e consequente dificuldade em andar.

Nestes casos, Fampridina vai evitar que o potássio saia das células nervosas que foram danificadas pela esclerose múltipla, permitindo assim que os impulsos passem melhor pelo nervo, o que vai fazer com que a marcha melhore.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Fampridina, deverá falar com o seu médico se estiver grávida, pretendendo engravidar ou amamentando, tiver mais de 65 anos, precisar de usar suporte de marcha, como bengala, tiver tendência a ter infecções ou algum fator de risco ou se estiver a tomar outros medicamentos.

Durante o tratamento com Fampridina, caso sinta inchaço do rosto, boca, lábios, garganta ou língua e se ficar com a pele vermelha, com coceira, aperto no peito e problemas respiratórios, deve interromper o tratamento com Fampridina e consultar o seu médico.

Fampridina pode causar tonturas, e por isso, deve ter especial cuidado antes de conduzir veículos ou máquinas.

O tratamento com Fampridina nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Fampridina​, consulte de imediato o seu médico ou dirija-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento. Alguns dos efeitos mais comuns que pode sentir após a toma excessiva de Fampridina, são suor, tremor, confusão, perda de memória e convulsão.

Composição

Cada comprimido de Fampridina contém:

Fampridina ____________________________________ 10 mg
Excipientes ______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: núcleo do comprimido: hipromelose, celulose microcristalina, sílica coloidal anidra , estearato de magnésio; película de revestimento: hipromelose, dióxido de titânio - E-171, polietineloglicol 400).

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso ocorra o esquecimento da administração de uma dose de Fampridina, deverá saltar a dose esquecida, e tomar apenas a dose do horário seguinte. As doses de Fampridina nunca devem ser administradas a dobrar ou em horários muito próximos, devendo sempre haver um espaçamento mínimo de 12 horas entre doses.

Interações Medicamentosas

Fampridina não deve ser administrada em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como medicamentos que afetam os rins, como carvedilol, propanolol e metformina ou com medicamentos que aumentem o risco de convulsões.

Laboratório

Biogen Idec Ltd

Telf.: 0800 724 00 55

Fampridina também pode ser conhecida comercialmente como Fampyra, e outros medicamentos para o tratamento da esclerose múltipla, podem ser Tecfidera ou Gilenya.

< Famox 40 mg < Fampridina > Fanclomax >
publicidade