Dolamin Flex 125 mg

Cloridrato de Ciclobenzaprina, Clonixinato de lisina



Indicação

Para que serve?

O Dolamin Flex 125 mg é usado para aliviar a dor muscular provocada pela contração involuntária dos músculos ou após uma cirurgia. além disso, também pode ser usado para tratar a dor na coluna, dor no pescoço ou um torcicolo.

Posologia

Como usar?

O tratamento com Dolamin Flex é feito, normalmente, tomando um comprimido três vezes ao dia, em intervalos de 8 horas, sendo que as doses podem ser ajustadas de acordo com a intensidade da dor.

No entanto, a dose máxima diária é de seis comprimidos. Não é recomendada a toma por mais de duas ou três semanas.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos secundários mais comuns incluem perda ou diminuição da força física, náuseas, má digestão, prisão de ventre, visão turva, dor de cabeça e nervosismo.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Este remédio não pode ser usado por crianças com menos de 15 anos ou por pessoas nas seguintes situações:

  • Uso de alguns antidepressivos;
  • Com doença cardíaca;
  • Problemas na tiroide, nomeadamente, produção excessiva de hormônios da tireoide;
  • Com antecedentes de asma ou broncoespasmo, pólipos nasais, reações alérgicas à aspirina ou outros anti-inflamatórios não esteroides (AINEs);
  • Problemas como úlceras no estômago ou intestino;
  • Tendência a ter sangramentos de estômago ou intestino;
  • Amamentação;

Além disso, também não deve ser usado quando existe alergia a qualquer um dos componentes da fórmula.

Farmacocinética

Como funciona?

O Dolamin Flex age como um analgésico e relaxante muscular. A atividade analgésica é proporcionada pelo clonixinato de lisina, enquanto a ação sobre os músculos esqueléticos se deve ao cloridrato de ciclobenzaprina, um agente relaxante muscular de ação central, capaz de evitar o espasmo do músculo, sem interferir com a função muscular de órgãos importantes.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

O Dolamin Flex pode aumentar os efeitos do álcool e de remédios depressores da atividade do cérebro

O uso deste remédio em pessoas com função renal diminuída, problemas de fígado, de estômago, síndrome nefrótica, glaucoma ou em tratamento com medicamentos que reduzam a coagulação do sangue, deve ser feito com cuidado porque pode ocorrer agravamento dos problemas existentes.

Tomar Dolamin Flex dá sono?

Sim, devido à presença de ciclobenzaprina na sua composição, o uso de Dolamin Flex pode causar sonolência.

Qual a diferença entre Dolamin e Dolamin Flex?

O dolamin só tem na sua composição o clonixinato de lisina, uma substância com função analgésica, enquanto o Dolamin Flex, além da ação analgésica tem também ação relaxante muscular devido à associação do cloridrato de ciclobenzaprina.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de ingestão acidental de uma dose superior ao recomendado, poderão ocorrer sintomas como confusão mental, alucinações, agitação, reflexos muito ativos, músculos duros, vômito, febre acima de 40°C, temperatura do corpo abaixo de 35°C, batimento rápido ou mau funcionamento do coração, convulsões, pressão baixa severa, paralisia ou coma.

Nestes casos, deve-se ir ao pronto-socorro o mais rápido possível e levar a caixa do medicamento.

Composição

Cada comprimido revestido contém:

Clonixinato de lisina.____________________________125 mg

Cloridrato de ciclobenzaprina________________________5 mg

(Excipientes: celulose microcristalina, amido, estearato de magnésio, corante azul patente V laca de alumínio, hipromelose, dióxido de titânio, triacetina e água).

Laboratório

Farmoquímica S.A.

SAC 0800-250110

Dizeres legais:

MS: 1.0390.0174 | Farm. Resp.: Dra. Marcia Weiss I. Campos | CRF-RJ nº 4499

< Dogmatil 50 mg < Dolamin Flex 125 mg > Domperidona >
publicidade