Quem deve evitar a toma de diuréticos



Na maioria das vezes, os diuréticos devem ser evitados por qualquer pessoa que tenha uma doença renal grave, uma vez que aumentam o trabalho dos rins, podendo agravar o quadro clínico.

Os diuréticos são um tipo de remédios que eliminam o excesso de líquidos no corpo, através do aumento da produção de urina. Dependendo do seu tipo, estes medicamentos também podem levar à perda de minerais importantes, como sódio e potássio, o que pode ser benéfico para pessoas com pressão alta ou retenção de líquidos, por exemplo, mas um risco em outras pessoas que têm falta de minerais.

Além disso, existem outros casos em que estes medicamentos devem ser usados com cuidado e apenas sobre orientação médica, como em pessoas com:

  • Cirrose hepática;
  • Crises agudas de gota;
  • Hiperplasia benigna da próstata;
  • Excesso de cálcio no sangue;
  • Excesso de potássio no sangue;
  • Diabetes.

Já as grávidas também devem ter cuidado ao utilizar diuréticos, pois estes medicamentos quando usados sem orientação do obstetra podem levar a problemas no desenvolvimento do feto e perda de líquidos e cálcio, importantes para a gravidez.

Qualquer pessoa, antes de iniciar o uso de um diurético, seja para tratar a pressão alta ou apenas para eliminar a retenção de líquidos, deve consultar um clínico geral, para avaliar se existe algum risco para a sua saúde e qual o tipo de diurético mais indicado.

Como funcionam os diuréticos

Os diuréticos impedem que os rins reabsorvam o sódio da urina, fazendo com que esses minerais sejam eliminados em grande quantidade. Quando isso acontece, a água também é eliminada em maior quantidade, uma vez que é o sódio que faz com que o corpo retenha água.

No entanto, ao eliminar o excesso de água e sódio, o corpo também pode começar a eliminar potássio em excesso, o que pode ser um problema em pessoas que têm menos concentração desse mineral no organismo. Nesses casos, o médico geralmente recomenda o uso de um diurético poupador de potássio, para que o excesso de água seja eliminado sem desperdiçar potássio.

Como evitar a perda de minerais

A melhor forma de garantir que o corpo não está perdendo minerais importantes devido ao uso de um diurético é fazer uso desse tipo de remédios apenas com orientação do médico. Assim, ele pode escolher o melhor tipo de diurético, além de fazer exames de sangue regulares para observar os níveis de minerais no sangue.

Em alguns casos, se necessário, o médico pode até receitar o uso de um suplementos mineral, que ajude a repor potássio, zinco e magnésio.

publicidade