5 estratégias para não esquecer de tomar um remédio



Para que um remédio tenha o efeito desejado, deve-se tomar de acordo com as indicações do médico, respeitando os horários e dias que se deve tomar. Estas informações geralmente estão presentes na bula que acompanha o medicamento, na parte "modo de usar", para serem consultadas em caso de dúvidas. No entanto, a decisão do médico é a mais importante, uma vez que ele conhece o estado da doença e as caracteristicas da pessoa.

No caso de se esquecer de tomar o remédio, deve-se seguir as informações que vêm na bula do medicamento. Geralmente, o aconselhado é tomar na vez seguinte, em horário correto, de forma a não alterar as horas ou sobrepôr medicamentos. 

Para não esquecer de se tomar os remédios, existem algumas dicas importantes como:

1. Definir um horário para tomar o remédio

Alguns medicamentos devem ser tomados em horários bem definidos, por exemplo, de 8 em 8 horas ou de 12 em 12 horas, como os antibióticos. Outros remédios, como os usados para diminuir o colesterol ou baixar a pressão arterial, devem ser tomados de manhã ou à noite. Alguns apenas devem ser tomados antes das refeições ou só depois, como os anti-inflamatórios, de forma a não causar dor no estômago. 

O estabelecimento de um horário ajuda a criar uma rotina o que faz com que, chegada a hora, se saiba que faz parte daquele momento tomar o medicamento.

2. Criar lembrete no celular ou escrever em post-its

A maior parte dos celulares tem um alarme que pode ser configurado para tocar diariamente na mesma hora, lembrando o momento de se tomar os remédios. No caso do celular não ter essa função, pode-se usar um relógio digital e configurar o alarme para tocar à hora desejada. Depois de se ouvir o toque, deve-se tomar imediatamente o medicamento, pois deixar passar alguns minutos pode levar ao esquecimento.

Escrever num post-it algo como "tomar comprimido" e afixar na geladeira, televisão, computador ou outro local que seja visível também ajuda a lembrar sobre a necessidade de tomar o remédio.

3. Usar uma caixa para organizar remédios

Existem caixas que têm divisões por dias da semana ou por momentos do dia, nomeadamente, manhã, almoço, jantar e dormir, que permitem guardar os comprimidos ou pílulas dentro de cada divisão, de forma a que haja uma maior organização dos medicamentos.

No caso de se usar uma caixa com os dias da semana, no início de cada semana deve-se organizar os comprimidos e separá-los por divisão para que fiquem já definidos para cada dia. No caso de usar caixas para momentos do dia, deve-se fazer essa divisão na noite do dia anterior.

4. Ter remédios em vários locais, como no trabalho

Uma boa estratégia é ter os medicamentos em vários locais e em local visível para recordar que é necessário tomá-lo. Um exemplo, é ter medicação no local de trabalho para que seja difícil deixar passar o momento para se tomar.

5. Pedir a outra pessoa para lembrar de tomar o medicamento

É uma boa ideia pedir a um familiar ou amigo para lembrar de tomar os remédios ou para perguntar se já está feito. Atualmente, existem também empresas que enviam mensagem para o celular a lembrar de que se deve tomar o medicamento.

publicidade