Como funciona a Pílula do Dia Seguinte

publicidade

A pílula do dia seguinte é um método de contracepção de emergência, o que significa que só deve ser usada após uma relação sexual desprotegida ou caso o método contracetivo habitual como a pílula ou o preservativo falhem.

Existem atualmente dois tipos de pílulas diferentes, as que contêm levonorgestrel, com os nomes Diad, Pilem, Postinor Uno, Neodia, Pozato UniPoslov ou o genérico, por exemplo, que podem ser usadas até 3 dias após o contacto íntimo e as pilulas contendo acetato de ulipristal, como a Ellone, que podem ser usadas até 5 dias após a relação sexual, que embora tenha uma eficácia superior, pode ter um valor mais elevado.

Estas pílulas atuam através da inibição ou atraso da ovulação e alteração do muco, dificultando a passagem dos espermatozoides para o útero. Mas, se já tiver ocorrido fecundação quando a mulher toma a pílula do dia seguinte, ela já não impedirá o desenvolvimento da gravidez.

Como tomar

A pílula do dia seguinte deve ser usada quando a mulher não deseja engravidar, o mais cedo possível após a relação sexual desprotegida ou em que o preservativo rompeu. Caso se trate de uma embalagem de 2 comprimidos de 0,75 mg cada, o segundo comprimido deve ser ingerido 12 horas após a primeira dose.

Além disso, caso a mulher tenha esquecido de tomar a pílula anticoncepcional, caso o anel vaginal tenha saído antes do tempo ou tenha ocorrido a expulsão do DIU, também é recomendado tomar a pílula do dia seguinte.

Saiba como tomar a pílula anticoncepcional corretamente.

Quais os efeitos colaterais mais comuns

Geralmente, a pílula do dia seguinte é bem tolerada na maioria das mulheres, no entanto, em alguns casos pode ocorrer náusea, vômitos, tontura, fadiga, dor de cabeça, sensibilidade nas mamas, diarreia, sangramento vaginal ou alteração do período em que ocorre a menstruação.

Qual o valor da pílula do dia seguinte

O preço da pílula do dia seguinte depende da marca e da substância ativa que a pessoa escolher, podendo variar entre 13 e 30 reais para as pílulas que contêm levonorgestrel e cerca de 100 reais para a Ellaone.

A pílula do dia seguinte atrasa a menstruação?

Em alguns casos, a pílula do dia seguinte pode atrasar ou antecipar a menstruação até cerca de 10 dias, mas caso esse atraso se prolongue, é aconselhado que a mulher realize o teste de gravidez para saber se está grávida.

A pílula do dia seguinte faz mal?

Todos os medicamentos têm efeitos colaterais e, por isso, a pílula do dia seguinte deve ser tomada apenas em último recurso, já que tem uma dose hormonal muito elevada.

Se usada com muita frequência, deixa de ter a eficácia pretendida e pode aumentar o risco de desenvolver doenças como câncer de mama e do útero, tromboses e problemas numa futura gravidez.

publicidade