Clexane

publicidade

Indicação

Para que serve?

O Clexane é um medicamento indicado para:

  • Tratamento da trombose venosa profunda com ou sem embolismo pulmonar;
  • Tratamento da angina instável e infarto do miocárdio sem elevação do segmento ST;
  • Tratamento de infarto agudo do miocárdio com elevação do segmento ST;
  • Profilaxia do tromboembolismo venoso.

Além disso, este remédio também pode ser usado na prevenção da formação de trombo na circulação extracorpórea durante a hemodiálise.

Posologia

Como usar?

1. Profilaxia do tromboembolismo venoso em pacientes cirúrgicos

Em pacientes que apresentam risco moderado de tromboembolismo, a dose recomendada é de 20 mg ou 40 mg, uma vez ao dia por via subcutânea. Na cirurgia geral, a primeira injeção deve ser administrada 2 horas antes da intervenção cirúrgica. Em pacientes com alto risco de tromboembolismo, a dose recomendada é de 40 mg uma vez ao dia, iniciada 12 horas antes da cirurgia, ou de 30 mg, duas vezes ao dia, iniciada 12 a 24 horas após a cirurgia. O tratamento com Clexane é geralmente prescrito por um período médio de 7 a 10 dias. Um tratamento mais prolongado pode ser apropriado em alguns pacientes e deve ser continuado enquanto houver risco de tromboembolismo venoso e até que o paciente seja ambulatorial.

2. Profilaxia do tromboembolismo venoso em pacientes clínicos

A dose recomendada é de 40 mg, uma vez ao dia, administrada por via subcutânea. A duração do tratamento deve ser de no mínimo, 6 dias, até que o paciente recupere a capacidade plena de se mover, por um período máximo de 14 dias.

3. Tratamento da trombose venosa profunda com ou sem embolismo pulmonar

A dose recomendada é de 1,5 mg/kg, uma vez ao dia ou 1 mg/kg, duas vezes ao dia, administrado por via subcutânea. Em pacientes com distúrbios tromboembólicos complicados, recomenda-se a administração da dose de 1 mg/kg, duas vezes ao dia, por um período médio de 10 dias. A terapia anticoagulante oral deve ser iniciada quando apropriada e o tratamento com Clexane deve ser mantido até que o efeito terapêutico do anticoagulante tenha sido atingido.

4. Prevenção da formação de trombo na circulação extracorpórea durante a hemodiálise

A dose recomendada é de 1 mg/kg. Em pacientes com alto risco hemorrágico, a dose deve ser reduzida para 0,5 mg/kg quando o acesso vascular for duplo ou 0,75 mg/kg quando o acesso vascular for simples.

5. Tratamento de angina instável e infarto do miocárdio sem elevação do segmento ST

A dose recomendada é de 1 mg/kg a cada 12 horas, por via subcutânea, administrada concomitantemente com ácido acetilsalicílico oral. Nestes pacientes, o tratamento deve ser prescrito por no mínimo 2 dias e mantido até estabilização clínica. A duração normal do tratamento é de 2 a 8 dias.

6. Tratamento do infarto agudo do miocárdio com elevação do segmento ST

A dose recomendada é de um bolus intravenoso único de 30 mg acompanhado de uma dose de 1 mg/kg por via subcutânea, seguido por 1 mg/kg por via subcutânea a cada 12 horas. A duração recomendada do tratamento é de 8 dias ou até que o paciente receba alta do hospital, considerando-se o que ocorrer primeiro.

Para pacientes submetidos à intervenção coronariana percutânea: se a última dose subcutânea de Clexane foi administrada há menos de 8 horas antes de o balão ser inflado, não é necessária dose adicional deste medicamento. Entretanto, caso a última dose subcutânea tenha sido administrada há mais de 8 horas antes de o balão ser inflado, uma dose adicional de 0,3 mg/kg de Clexane deve ser administrada através de bolus intravenoso.

As doses em idosos, pessoas com insuficiência renal ou hepática poderão sofrer um ajuste posológico.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso deste medicamento são manifestações hemorrágicas, trombocitopenia, equimoses no local das injeções, manifestações alérgicas e elevação das transaminases.

Raramente podem ocorrer hematoma intra-espinhal após punção diagnóstica/anestésica, febre, náuseas, anemia hipocrômica e edema.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O princípio ativo de Clexane é a enoxaparina sódica que tem propriedades anticoagulantes, antitrombóticas e anti-inflamatórias.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Não se deve misturar Clexane com outras infusões, nem se deve administrar por via intramuscula.

Este medicamento não deve ser administrado em mulheres grávidas ou que estejam amamentando sem que seja recomendado pelo médico.

Recomenda-se cautela em pessoas com insuficiência hepática, hipertensão arterial não-controlada e antecedentes de úlcera pastroduodenal e situações que precedem anestesia por via espinhal.

Em idosos e na insuficiência renal, a eliminação de enoxaparina é retardada.

Durante o uso de enoxaparina é necessária a contagem de plaquetas ao menos uma vez por semana.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O Clexane não deve ser usado em pessoas com hipersensibilidade à enoxaparina sódica, à heparina e seus derivados, inclusive outras heparinas de baixo peso molecular e pessoas com hemorragias ativas de grande porte e condições com alto risco de desenvolvimento de hemorragia incontrolável, incluindo acidente vascular cerebral hemorrágico recente.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

A superdosagem com Clexane pode causar complicações hemorrágicas

Composição

Cada seringa pré-enchida de Clexane contém:

ApresentaçãoEnoxoparina sódicaAgua p/ injetaveis qsp.
20 mg20 mg0,2 mL
40 mg40 mg0,4 mL
60 mg60 mg0,6 mL
80 mg80 mg0,8 mL
100 mg100 mg1,0 mL

Laboratório

Sanofi

- SAC 0800-703 00 14

Dizeres legais:

MS 1.1300.0276 | Farm. Resp.: Silvia Regina Brollo CRF-SP nº 9.815

< Clenil a < Clexane > Cliane comprimidos >
publicidade