Ciclo 21

Bula do remédio Ciclo 21. Classe terapêutica dos Anticoncepcionais. Princípios Ativos Etinilestradiol e Levonorgestrel.

Indicação

Para que serve?

Ciclo 21 é uma pílula anticoncepcional indicada para a prevenção da gravidez e para regular a menstruação, em mulheres.

Farmacocinética

Como funciona?

Ciclo 21 é um contraceptivo oral que combina o estrogênico etinilestradiol e o progestogênico levonorgestrel.

Tal como outros contraceptivos orais combinados, Ciclo 21 agem no organismo através da supressão das gonadotrofinas. Embora o seu mecanismo primário envolva a inibição da ovulação, ocorrem também outras alterações como mudanças no muco cervical, o que aumenta a dificuldade de entrada do esperma no útero, e mudanças no endométrio, o que reduz a probabilidade de implantação.

Posologia

Como usar?

A dose recomendada de Ciclo 21 é de 1 comprimido por dia, de preferência sempre à mesma hora, juntamente com um pouco de líquido caso seja necessário.

A administração dos comprimidos deve ser feita seguindo as orientações das setas desenhadas na cartela de Ciclo 21, até que todos os 21 comprimidos tenham sido tomados. Após a toma dos 21 comprimidos da cartela, faça um intervalo ou pausa de 7 dias, sem ingestão de comprimidos. Durante este tempo de pausa, cerca de 2 a 3 dias após a ingestão do último comprimido, deverá ocorrer um sangramento semelhante ao sangramento menstrual. Após o período de descanso, no oitavo dia, deve iniciar uma nova cartela Microvlar, repetindo este processo todos os meses.

Como usar Ciclo 21 pela primeira vez:

  • Primeiro ciclo: durante o primeiro ciclo de tratamento, deve iniciar a toma de Ciclo 21 no 5º dia da menstruação, ou seja, tomar o comprimido indicado com o dia da semana correspondente ao 5º dia de sangramento.
  • Ciclos seguintes: durante os ciclos seguintes, deve iniciar a toma de Ciclo 21 no 8º dia após ter tomado o último comprimido, ou seja, iniciar no 8º dia após ter feito o intervalo ou pausa de 7 dias.
publicidade

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Ciclo 21 podem incluir náusea, problemas gastrintestinais como náusea ou diarreia, alterações no fluxo menstrual, dores e sangramento agravados durante a menstruação, manchas escuras na pele, alterações mamárias, como aumento ou secreção, aumento ou perda de peso, reações de alergia na pele como urticária, coceira ou vermelhidão na pele, candidíase vaginal, alterações de curvatura da córnea, intolerância a lentes de contato, aumento do colesterol, depressão e sangramento genital.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Ciclo 21 está contraindicada para mulheres grávidas ou com suspeita de gravidez, pacientes com tromboflebite ou distúrbios tromboembólicos, alguma doença vascular cerebral ou coronariana, historial de câncer que pode se desenvolver sob a influencia de hormônios sexuais como câncer de mama ou dos órgãos genitais, sangramento genital anormal sem causa aparente, historial de tumor no fígado, pacientes com distúrbios do metabolismo lipídico, historial de herpes gestacional, historial de enxaqueca, pressão alta não controlada, diabetes, alterações vasculares, otosclerose agravada durante a gravidez, pacientes com anemia falciforme e para pacientes com alergia a algum dos componentes da fórmula.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Ciclo 21, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando, tiver algum problema de saúde como diabetes, pressão alta, enxaqueca ou epilepsia, tiver fatores de risco como excesso de peso, ser fumador ou idade avançada, historial familiar de níveis altos de colesterol ou trigliceridos no sangue, tiver alguma doença grave, doenças ou problemas no coração, rins ou fígado ou se estiver a tomar outros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.

Durante o tratamento com Ciclo 21 caso sinta sintomas ou sinais de enxaqueca, aparecimento ou agravamento de problemas de visão ou audição, primeiros sintomas de tromboflebite ou tromboembolismo, desenvolvimento de icterícia - pele e olhos amarelados, hepatite ou prurido generalizado, aumento de frequência dos ataques epilépticos, elevação significativa da pressão arterial ou gravidez, deve interromper o tratamento e consultar o médico.

Durante a toma de Ciclo 21, a possibilidade de ocorrência de gravidez aumenta a cada comprimido esquecido durante um ciclo menstrual, ou quando o contraceptivo oral é usado incorretamente. Nestas situações, deve evitar relação sexual ou utilizar adicionalmente métodos contraceptivos não hormonais, como preservativo ou outro método de barreira, nunca utilizando métodos da tabelinha ou da temperatura, pois esses métodos podem falhar, uma vez que os contraceptivos hormonais modificam as variações de temperatura e do muco cervical do ciclo menstrual. Além disso, a eficácia de Ciclo 21 só atinge seu maior potencial no segundo mês de utilização, sendo imprescindível a utilização de um método auxiliar de contracepção durante o primeiro mês.

Ciclo 21 é um contraceptivo oral que apenas é indicado para prevenção da gravidez, pelo que, não protege contra infecções causadas pelo vírus HIV ou contra outras doenças sexualmente transmissíveis como papiloma vírus humano - HPV, hepatite B, clamídia, gonorreia, herpes genital ou sífilis.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Ciclo 21​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

O esquecimento de tomar os comprimidos de Ciclo 21 deve ser evitado, pois, por se tratar de uma pílula anticoncepcional, o seu efeito é prejudicado a cada esquecimento, o que pode levar gravidez indesejada.

  • Esquecimento de 1 comprimido: caso ocorra o esquecimento da administração de 1 ou 2 comprimidos de Ciclo 21, estes devem ser tomados logo que possível, e o comprimido seguinte deve ser tomado no horário habitual. Nestes casos a ação contraceptiva de Ciclo 21 encontra-se alterada, sendo recomendada a utilização de outro método contraceptivo não hormonal, como preservativo, até que tenha tomado Ciclo 21 durante 14 dias consecutivos, sem esquecimentos. Porém, se o atraso for de menos de 12 horas do horário habitual e de apenas de 1 comprimido, a ação contraceptiva de Ciclo 21 não se encontra alterada, não sendo necessária a utilização adicional de um método contraceptivo barreira.
  • Esquecimento de 3 ou mais comprimidos: em casos onde tenha ocorrido o esquecimento de três ou mais comprimidos consecutivos, o tratamento deve ser interrompido, deve ser feito um intervalo ou pausa de 7 dias, sem ingestão de comprimidos, iniciando uma nova cartela de Ciclo 21 no 8º dia após ter tomado o último comprimido, ou seja, iniciar no 8º dia após ter feito a pausa de 7 dias.

Composição

Ciclo 21 por cada comprimido contém:

Levonorgestrel ________________________________ 0,15 mg

Etinilestradiol _________________________________ 0,03 mg

Excipientes ______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: lactose, povidona, celulose microcristalina, laurilsulfato de sódio, croscarmelose sódica e macrogol).

Ciclo 21 engorda?

Ao contrário de outras pílulas anticoncepcionais, a utilização de Ciclo 21 geralmente não proporciona o aumento de peso. Porém, dependendo do organismo, alguns anticoncepcionais com hormônios podem sim causar retenção de líquidos e aumento de peso em algumas mulheres.

Laboratório

Genom - União Química Farmacêutica Nacional

- SAC: 0800 11 1559

Outras pílulas anticoncepcionais, além de Ciclo 21, podem ser Iumi, Microvlar ou Diane.

Dizeres Legais:

MS: 1.0497.0286

Farm. Resp.: Ishii Massayuki

publicidade
< Ciclon < Ciclo 21 > Ciflox >