Azi

Atualizado em: Maio 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

Azi é um remédio indicado no tratamento das infecções causadas por organismos suscetíveis, em infecções do trato respiratório superior e do ouvido, em infecções do trato respiratório inferior incluindo tráqueobronquite, bronquite, broncopneumonia e pneumonia. Pode também ser utilizada em infecções da pele e tecidos moles tais como abscessos, furúnculos, flegmões, úlceras infectadas, quando causadas por organismos sensíveis a azitromicina.

Além disso, este antibiótico também é indicado no tratamento das doenças sexualmente transmissíveis, no homem e na mulher, no tratamento das infecções genitais, do tipo uretrites e cervicites não-complicadas, devido a Chlamydia trachomatis, Mycoplasma hominis, Ureaplasma urealyticum, Neisseria gonorrhoeae sem resistências múltiplas, devendo ser excluídas infecções concomitantes pelo Treponema pallidum.

Posologia

Como usar?

O remédio Azi deve ser administrado em dose única diária, podendo ser administrados a qualquer hora do dia, inclusive às refeições.

Para o tratamento das doenças sexualmente transmissíveis causadas por Chlamydia trachomatis, Neisseria gonorrhoeae, Mycoplasma hominis, Ureaplasma urealyticum intracellulare e Haemophilus ducreyi, o Azi deve ser administrado em dose oral única de 1 g.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Geralmente este remédio é bem tolerado.

Embora seja raro, podem ocorrer reações adversas como monilíase, vaginite, trombocitopenia, anafilaxia, anorexia, reações agressivas, nervosismo, agitação e ansiedade, tontura, convulsões, dor de cabeça, hiperatividade, hipoestesia, parestesia, sonolência e desmaio.

Além disso, foram também relatados casos raros de distúrbios no paladar e olfato, surdez, zumbido, alterações na audição, vertigem, palpitações, arritmias, hipotensão, vômito, diarreia, má digestão, prisão de ventre, colite pseudomembranosa, pancreatite e raros relatos de descoloração da língua, hepatite e icterícia colestática, insuficiência hepática, reações alérgicas incluindo coceira, rash, fotossensibilidade, edema, urticária e angioedema, nefrite intersticial e disfunção renal aguda, cansaço e mal-estar.

Contraindicações

Quando não devo usar?

O remédio Azi é contra-indicado em pessoas com história de hipersensibilidade à azitromicina, eritromicina, a qualquer antibiótico macrolídeo, cetolídeo ou a qualquer componente da fórmula.

Além disso, não deve ser usado por mulheres grávidas ou lactantes sem orientação do médico.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

O Azi não deve ser utilizado juntamente com derivados do ergô, que é um fungo denominado esporão-de-centeio, pois pode ocorrer intoxicação, que causa sintomas como convulsões, queda de pressão e coma.

Pode ocorrer crescimento de organismos não suscetíveis à Azitromicina, como fungos por exemplo.

Interações Medicamentosas

Digoxina - tem sido relatado que alguns antibióticos macrolídeos podem prejudicar o metabolismo da digoxina, no intestino. Pessoas que estejam a tomar azitromicina e digoxina, deve ser considerada a possibilidade de aumento dos níveis da digoxina.

Ciclosporina - na ausência de dados conclusivos de estudos farmacocinéticos ou dados clínicos investigando a interação potencial entre a azitromicina e a ciclosporina, devem ser tomadas precauções quando se utilizam estas substâncias em concomitância.

Antiácidos - Azitromicina e antiácidos não deverão ser administrados simultaneamente.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O Azi tem na sua composição azitromicina que atua através da inibição da síntese proteica bacteriana.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Caso ocorra sobredosagem, geralmente faz-se uma lavagem gástrica e são instituídas medidas de suporte.

Composição

Cada comprimido revestido de 1 g contém:

Azitromicina (na forma diidratada) _____________________1 g

Excipiente q.s.p____________________1 comprimido revestido

(Excipientes: celulose microcristalina, fosfato de cálcio dibásico, amido, croscarmelose sódica, óleo vegetal hidrogenado, estearato de magnésio, dióxido de titânio, hidroxipropilmetilcelulose + polietilenoglicol, etilcelulose).

Laboratório

EMS

SAC: 0800 191914.

Dizeres Legais:

Reg. MS: nº 1.3569.0011 | Farm. Responsável: Carlos Alberto F. de Moraes - CRF-SP nº 14.546

< Azelan gel < Azi > Azilect >
publicidade