Amplictil

Atualizado em: Abril 2018


publicidade

Indicação

Para que serve?

O Amplictil é um remédio indicado em quadros psiquiátricos agudos, no controle de psicoses de longa evolução, manifestações de ansiedade e agitação, soluços incoercíveis, náuseas e vômitos e neurotoxicoses infantis.

Além disso, também pode ser associado a barbitúricos no tratamento do tétano, como agente pré-anestésico, em analgesia obstétrica e no tratamento da eclampsia.

Posologia

Como usar?

O Amplicil está disponível em comprimidos e em gotas, e a posologia depende da idade da pessoa que o utiliza:

Comprimidos

  • Adultos:

A dose pode variar de 25 a 1600 mg ao dia, dependendo da necessidade da pessoa.

Deve-se iniciar o tratamento com doses baixas, 25 a 100 mg, repetindo de 3 a 4 vezes ao dia, se necessário, até atingir uma dose útil para o controle da sintomatologia no final de alguns dias. A maioria das pessoas responde à dose diária de 0,5 a 1 g.

Em pacientes idosos ou debilitados, doses mais baixas são geralmente suficientes para o controle dos sintomas.

  • Crianças acima de 2 anos:

Deve-se usar o mesmo esquema já citado de aumento gradativo de dose, sendo recomendada uma dose inicial de 1 mg/kg/dia, dividida em 2 ou 3 tomadas.

O total da dose diária não deve exceder 40 mg, em crianças abaixo de 5 anos, ou 75 mg, em crianças mais velhas.

Injetável intramuscular

  • Adultos:

O Amplictil injetável é usado em pessoas que estão internadas, numa dose inicial de 25 a 100 mg, repetida dentro de 1 a 4 horas, se necessário, até o controle dos sintomas.

Como na via oral, a dose a ser administrada em idosos ou debilitados deve ser menor.

A administração por via oral deve ser introduzida quando os sintomas estiverem controlados.

  • Crianças acima de 2 anos:

As doses são as mesmas que as recomendadas pela via oral, devendo-se passar para a via oral tão logo os sintomas sejam controlados.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

De modo geral Amplictil é bem tolerado, no entanto, algumas pessoas podem apresentar sonolência, torcicolo, queda de pressão, impotência, frigidez, alterações menstruais, sedação, boca seca, retenção urinária, alterações na pele ou alergias, ganho de peso, prisão de ventre, icterícia colestática e lesão hepática.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Em caso de febre, o tratamento com Amplictil deve ser suspenso.

Idosos que tenham retenção urinária por problemas de próstata ou uretra não devem tomar Amplictil.

Não se recomenda Amplictil para crianças com menos de 2 anos de idade.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

O uso de Amplictil durante a gravidez ou período de amamentação deve ser orientado pelo médico.

Além disso, o médico também deve ser informado caso a pessoa esteja a tomar algum medicamento, tenha doença de coração, fígado, rim ou Parkinson, ou se estiver fazendo uso de outros medicamentos.

Deve-se ainda evitar bebidas alcoólicas durante o tratamento com Amplictil, pois elas aumentam seu efeito sedativo e deve-se ter cuidado a dirigir e operar máquinas devido ao risco de sonolência.

Atenção diabéticos: os comprimidos e gotas de Amplictil contêm açúcar.

Mecanismo de Ação

Como funciona?

O Amplictil tem como princípio ativo o cloridrato de clorpromazina, que possui uma ação estabilizadora no sistema nervoso central e periférico e uma ação depressora seletiva sobre o SNC, permitindo assim, o controle dos mais variados tipos de excitação.

Assim, este remédio é usado no tratamento das perturbações mentais e emocionais, dadas as suas propriedades neurolépticas, vagolíticas, simpatolíticas, sedativas e antieméticas.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Os principais sintomas de intoxicação aguda por Amplicitil são depressão do SNC, hipotensão e sintomas extrapiramidais.

Composição

Amplictil comprimidos 25 mg

Cada comprimido contém:

Cloridrato de clorpromazina_____________________28 mg*

Excipientes q.s.p.________________________1 comprimido

* equivalente a 25 mg de clorpromazina base.

(Excipientes: amido de milho, sacarose, lactose monoidratada, dióxido de silício, estearato de magnésio, hipromelose, macrogol 20000, laca branca de óxido de titânio e corante amarelo crepúsculo FD&C n°6).

Amplictil comprimidos 100 mg

Cloridrato de clorpromazina ____________________112 mg*

Excipientes q.s.p. _______________________1 comprimido

* equivalente a 100 mg de clorpromazina base.

(Excipientes: amido de milho, sacarose, lactose monoidratada, dióxido de silício, estearato de magnésio, hipromelose, croscarmelose sódica, macrogol 20000, laca branca de óxido de titânio e corante amarelo crepúsculo FD&C n° 6).

Amplictil injetável 25 mg

Cada ampola de 5 mL contém:

Cloridrato de clorpromazina (*) ________________27,85 mg

Excipientes q.s.p. ___________________________1 ampola

(*) equivalente a 25 mg de clorpromazina.

(Excipientes: metabissulfito de sódio, sulfito de sódio, citrato de sódio diidratado, cloreto de sódio, ácido ascórbico e água para injetáveis).

Amplictil gotas

Cada mL da solução oral 4% contém:

Cloridrato de clorpromazina (*) _________________44,5 mg

Excipientes q.s.p. ______________________________1 mL

(*) equivalente a 40 mg de clorpromazina.

(Excipientes: ácido ascórbico, açúcar líquido, álcool etílico, glicerol, caramelo, essência de hortelã e água).

Cada gota contém 1 mg de clorpromazina

Laboratório

Sanofi

- SAC 0800-703 00 14

Dizeres Legais:

MS 1.1300.0297 | Farm. Resp. Antonia A. Oliveira CRF-SP 5.854 | SAC: 0800 703 0014

< Amplavit < Amplictil > Amplictil gotas >
publicidade