Actigall 300 mg



Indicação

Para que serve?

Actigall 300 mg é indicado para o tratamento da colelitotripsia, da síndrome de pós-colecistectomia, digestão dolorosa, intolerância à gordura, da cirrose biliar primária, de pedras na vesícula e vias biliares e para dissolver cristais e pedras de colesterol, em adultos.

Posologia

Como usar?

A dose recomendada de Actigall deve ser sempre indicada pelo seu médico, contudo esta depende da doença ou problema a tratar, de acordo com a seguinte posologia:

Doença ou Problema a TratarDose recomendada por dia de Actigall

- Dissolução de Pedras de Colesterol

- Terapia Adjuvante em Colelitotripsia

até 70 kg de peso300 mg, 1 comprimido de Actigall 300 mg
mais de 70 kg de peso10 mg por cada 1 Kg de peso
- Digestão Dolorosa300 mg, 1 comprimido de Actigall 300 mg
- Cirrose Biliar Primária10 a 12 mg por cada 1 Kg de peso

As cápsulas de Actigall 300 mg e Actigall 150 mg devem ser engolidas sem partir ou mastigar, com um copo de água.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns de Actigall incluem diarreia e fezes moles.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Actigall está contraindicado para mulheres grávidas e amamentado, para pacientes com cólicas biliares frequentes, inflamação da vesícula e dos ductos biliares, como doença de Crohn, para pacientes com oclusão do canal biliar, cólicas biliares, cálculos biliares calcificados e para pacientes com alergia ao Ácido Ursodesoxicólico, a outros ácidos biliares ou a outros componentes da fórmula.

Farmacocinética

Como funciona?

Actigall é um medicamento que tem na sua composição Ácido Ursodesoxicólico, um ácido biliar, que se encontra naturalmente presente em pequenas quantidades, na bílis humana. e por isso facilita o funcionamento da vesícula biliar, evitando a formação de pedras nas vias biliares.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Actigall​, deverá falar com o seu médico caso se encontre a tomar outros medicamentos.

A dissolução de pedras na vesícula com Actigall só deve ser feita em casos de pacientes com vesícula biliar funcionante, em casos onde as pedras não sejam visíveis através de raios -X. Além disso, nestes casos o tratamento deve ter uma duração mínima de 3 meses, contudo, geralmente a duração do tratamento é de 6 a 24 meses.

No tratamento de casos de fragmentação por colelitotripsia, Actigall deve ser administrado 2 semanas antes da intervenção e o tratamento deve continuar por até 3 meses após o desaparecimento dos fragmentos.

O tratamento com Actigall nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Actigall 300 mg​​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento. O efeito mais comuns que pode sentir após a toma excessiva de Actigall é diarreia.

Composição

Actigall 300 mg

Cada cápsula de Actigall 300 mg contém:

Ácido Ursodesoxicólico _________________________ 300 mg

Interações Medicamentosas

Actigall não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como colestiramina, colestipol, antiácidos que tenham na sua composição Hidróxido de Alumínio, ciprofloxacina, dapsona, nitrendipina, ciclosporina, contracetivos orais hormonais e medicamentos que tenham hormonas estrogênicas ou agentes que reduzem os níveis de colesterol, como clofibrato.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso ocorra o esquecimento da administração de uma dose de Actigall 300 mg,​​ deverá saltar a dose esquecida, e tomar apenas a dose do horário seguinte. As doses de Actigall 300 mg nunca devem ser administradas a dobrar ou em horários muito próximos.

Laboratório

Novartis Biociências

- SAC: 0800 888 3003

publicidade